O extraordinário videoclipe dos Chemical Brothers – e como ele foi feito


Há videoclipes e videoclipes. E o dos Chemical Brothers (que têm presença garantida no NOS Alive deste ano) é qualquer coisa de extraordinário. Pertence à célebre música “Wide Open”, que junta o duo britânico a Bek e que foi retirada do último disco, Born In The Echoes, editado em 2015.

O vídeo foi realizado pela premiada dupla Dom&Nic, com a ajuda da agência criativa The Mill (que passou pelo OFFF Porto no ano passado). É um belo exercício de tecnologia e criatividade, em que o corpo de uma bailarina – Sonoya Mizuno – vai transformando-se ao longo do vídeo e da dança. Primeiro, a perna esquerda; depois o tronco e o braço esquerdo; até que todo o esqueleto de carne-e-osso da jovem rapariga é substituído por uma estrutura impressa em 3D.

Em comunicado, a Dom&Nic explica que a ideia foi unir o mecânico e o orgânicos, tendo ido buscar inspiração às estruturas celulares. Mas a transformação da bailarina ao longo do vídeo foi feita pelo estúdio The Mill, que criou um pormenorizado modelo 3D da jovem rapariga. Podes saber mais sobre este trabalho no vídeo em baixo e neste post.