#PlaylistShifter: Amor Alternativo


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Das cartas às palavras, das mãos dadas, dos beijos, dos abraços, das despedidas e dos olhares.

O 14 de Fevereiro é a data em que o amor se vai escrevendo nas ruas. Se para uns o dia é um pretexto para se ser romântico, para outros o clichê é odiá-lo, ou pelo consumismo que representa, ou pelo excesso de lamechice, ou porque estão solteiros.

Seja como for, há neste dia uma linguagem inaudível entre corpos em que o coração serve de banda sonora. Mas como para muitos, essa música não é suficiente e porque queremos aproveitar o dia para celebrar o amor (não necessariamente por um amante), fizemos uma playlist de AMOR ALTERNATIVO.

Aqui não vais ouvir músicas românticas nas suas sonoridades tradicionais, não há pianos chorosos nem guitarras melancólicas. Fomos à procura do amor cantado e tocado por quem normalmente não o canta ou toca.

Assim, e porque o amor nem sempre é fácil de entender, na segunda playlist do Shifter escolhemos 15 faixas que melhor o caracterizam, das melodias às letras, dentro da mais bonita e improvável estranheza.

 

Amor Alternativo

  1. Jimi Hendrix – “Little Wing”
  2. Thundercat – “Walkin’”
  3. Burial – “Archangel”
  4. Matt Corby – “Sooth Lady Wine”
  5. Mick Jenkins – “Your Love”
  6. Kognitif – “Letter To My Last Love”
  7. Sam the Kid – “Musa”
  8. Glockenwise – “Up to You”
  9. Erykah Badu ft. André 3000 – “Hello”
  10. Ghostface Killah ft. Kandance Springs – Love Don’t Live Here No More
  11. Explosions In The Sky  – “Your Hand In Mine”
  12. Kendrick Lamar – “No Make-Up (Her Vice)”
  13. J Dilla – “ULove”
  14. PAUS – “Descruzada”
  15. BW Jack, Bling Projekt ft. Da Chick – “Crime Disse Ela”

 

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!