Que semelhanças existem entre ‘The Revenant’ e os filmes de Andrei Tarkovsky?


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Alejandro G. Iñarritu é um dos realizadores em alta no momento; trata-se do actual detentor dos Óscares de melhor filme e melhor realizador com Birdman, feitos que pode repetir este ano, sendo The Revenant o candidato mais sério a ambas as estatuetas.

Que a história de vingança de um peso emocional muito humano é algo como nunca vimos até hoje na história do cinema, e que as prestações de Leonardo DiCaprio e Tom Hardy são algo excepcional já são factos conhecidos, mas um estúdio de animação criou um vídeo que se está a tornar popular sobre as influências do realizador mexicano observadas neste novo filme.

“Não diria que os Westerns tiveram muita influência no filme de todo, procurei inspirar-me mais em filmes como ‘Dersu Uzala’ do Kurosawa ou o ‘Andrei Rublev’ de Tarkovsky – que é talvez o meu filme favorito de sempre – ou outros como Aguirre do Herzog, ou até ‘The Wrath of God’, ‘Fitzcarraldo’ ou ‘Apocalypse Now'”, disse Iñarritu no Podcast The Film Stage.

O realizador continuou e referiu que estes são filmes épicos, que são uma peça teatral do que é a natureza humana.

Se dúvidas houvesse, o próprio realizador dissipou-as, as peças de Andrei Tarkovsky tiveram mesmo uma grande influência em The Revenant, e um vídeo genial feito em split-screen por Misha Petrick mostra-nos as semelhanças entre o filme do realizador mexicano e as várias longas-metragens de Tarkovsky.

Ao todo, foram escolhidas 17 cenas de The Revenant que foram postas lado a lado com outras 17 de filmes como Andrei Rublev, The Mirror, Stalker ou Nostalgia, entre outros, com a fantástica música de Ryuchi Sakamoto original do filme liderado por DiCaprio.

Conclusão? Notam-se semelhanças indiscutíveis no que toca a movimentos de câmara, framing e até nos vários temas do filme, prova de como a influência e génio de Tarkovsky continua a atravessar séculos.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!