Twitter introduz Timeline algorítmica. O que é que isso significa?


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Uma das principais diferenças entre o Facebook e o Twitter é que, no primeiro, existe um News Feed controlado por algoritmos enquanto que, no segundo, os tweets são apresentados de forma cronológica numa Timeline, sem qualquer tipo de filtro. Outra diferença entre o Facebook e o Twitter é que o primeiro tem 1,59 mil milhões de utilizadores e o segundo apenas 320 milhões de utilizadores, um número que teima em não subir de trimestre para trimestre.

Em 2009, o Facebook chegou a introduzir um News Feed cronológico, mas rapidamente percebeu que o mesmo não funcionava por levar a uma diminuição do número de interacções nos posts (likes, comentários e shares). Essa redução poderia levar a um desinteresse dos utilizadores pela rede social e, de forma indirecta, resultar também em menos receitas publicitárias para anunciantes. Assim, começou a aperfeiçoar os seus algoritmos de forma a construir um feed que respondesse aos interesses dos internautas, procurando filtrar para eles os melhores posts.

Contudo, o feed do Twitter foi sempre cronológico: sem filtros, mostra todos os tweets publicados pelas contas que seguimos. Mais do uma rede social, muitos usam o Twitter para chegar a informações mais depressa do que o resto das pessoas, simplesmente porque enviar mensagens directas de 140 caracteres é rápido e suficiente. Contudo, há bom conteúdo que se perde na rede social do pássaro quando seguimos muitas contas e se passa mais do que uma hora sem consultar a Timeline. Para resolver essa questão, o Twitter decidiu introduzir uma Timeline algorítmica.

timelinealgoritmica_02

O engenheiro da rede social Mike Jahr divulgou recentemente os detalhes desta nova funcionalidade que vai fazer com que deixes de perder aquilo que de mais relevante se passou na tua rede social enquanto estiveste fora. Não é a primeira vez que o Twitter coloca algoritmos na Timeline. Já provavelmente te deparaste com a secção “While You’re Away”, que exibe cerca de 5 tweets relevantes que foram partilhados nas horas em que estiveste ausente da rede social. A Timeline algorítmica é diferente.

Agora podes activar na tua conta a Timeline algorítmica, em que os tweets que aparecem no topo são aqueles que, segundo a rede social, que podem interessar mais, fazendo com que tenhas acesso a informações e mensagens importantes mais depressa. Esses tweets aparecem de forma cronológica, como sempre. Quando os tweets mais interessantes esgotarem, a Timeline recomeça cronologicamente com o restante conteúdo. Esta funcionalidade será opcional, segundo Jahr, e estará disponível tanto no twitter.com como nas apps móveis.

timelinealgoritmica_03

A Timeline algorítmica só aparece quando estás muito tempo fora do Twitter. Se estiveres sempre a actualizar o feed, vão aparecer-te sempre os últimos tweets, sem filtro.

Esta é um funcionalidade que tem sido estudada por várias redes sociais e até mesmo programadores do sites nos últimos tempos e que já mereceu comentários positivos de Josh Constine, um reputado jornalista de tecnologia e editor do TechCrunch, que comentou: “o resultado final é um feed de notícias que geralmente mostra conteúdo interessante. Isto leva a sessões mais longas, mais visitas, mais likes, comentários, partilhas no feed e histórias que geram notificações ou criam conteúdo que desperta a atenção em outros utilizadores“.

Com a nova Timeline algorítmica, não vais precisar de perder horas a fazer scroll down se por acaso tiveste de ficar fora do Twitter durante bastante tempo. O Twitter vai também pedir-te feedback sobre os tweets que te vão aparecendo no topo, para que assim possas moldar essas preferências ao teu próprio gosto.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.