Yanis Varoufakis lança movimento DiEM25 por uma Europa democrata


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Yanis Varoufakis vai regressar à cena política. O antigo ministro das finanças da Grécia lançou um movimento político europeu esta terça-feira, em Berlim. DiEM25 é o acrónimo escolhido para abreviar o nome que intitula a iniciativa “Democracy in Europe Movement”.

2025, por sua vez, não é um número aleatório mas sim o ano até ao qual o movimento pretende aplicar os princípios defendidos no “Manifesto pela Democratização da Europa”. Um documento que, em boa análise, se insurge por valores não concordantes com os que o movimento alega serem os praticados e defendidos pela (e na) União Europeia: “a burocracia de Bruxelas” ou os Governos que alimentam desigualdades cruéis através da “implementação de políticas auto-destrutivas de austeridade” são alguns dos problemas apontados pelo manifesto do DiEM25.

Apesar das dificuldades apontadas, o movimento reconhece o valor “excepcional” do projecto europeu que, na sua perspectiva, acabou por degenerar numa submissão dos líderes políticos, técnicos e especialistas aos “conglomerados financeiros e industriais”. Para contrariar esta realidade, o Movimento Democracia na Europa apresenta uma lista de objectivos que quer fazer cumprir até 2025. “Uma Europa Transparente onde as tomadas de decisão tenham lugar sob o escrutínio dos cidadãos” ou “Uma Europa Realista que define para si a tarefa de radicais, ainda assim alcançáveis, reformas democráticas” são alguns deles.

diem25_02

Para impulsionar estas mudanças, Varoufakis ambiciona levar o DiEM25 a eleições, uma fase que, no entanto, terá de ser precedida pelo alcance de um consenso europeu em torno “de como lidar com os sérios problemas e crises que afectam a Europa como um todo”.

“Assim que este consenso surgir, intermediado pelo DiEM, não temos qualquer dúvida de que irá procurar maneiras de se expressar, incluindo eleitoralmente, nos estados membros da Europa, a nível local, regional e nacional, e eventualmente nas eleições para o Parlamento Europeu também” , pode ler-se no blog oficial do ex-ministro grego.

diem25_03

O DiEM25 conta com o apoio de caras bem conhecidas da política nacional como Rui Tavares, um dos fundadores do partido político Livre, e Marisa Matias, que foi candidata pelo Bloco de Esquerda nas últimas presidenciais. O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, também já expressou o seu apoio a Varoufakis.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!