A Folia continua em 2016


Parte do cartaz da segunda edição do FOLIO , que decorre de 22 de Setembro a 2 de Outubro em Óbidos, foi hoje apresentada na livraria Ler Devagar. Curadores e Ministro da Cultura estiveram presentes.

Estreado no ano passado, o FOLIO consagrou-se na primeira edição: escritores como Eduardo Lourenço e Gonçalo M. Tavares e humoristas como Luis Fernando Veríssimo, Ricardo Araújo Pereira e Gregorio Duvivier formaram o leque de artistas que compareceu à primeira chamada da agora Vila Literária da Unesco. Mais de 30 mil pessoas passaram pelo festival.

E se os números não deixam mentir, a organização divulga mais num aftermovie feito para a ocasião: em 2015 passaram pelo festival de Óbidos 459 criadores, 200 autores, 154 sessões literárias, 56 ilustradores, 37 conferências, 36 espetáculos e 14 exposições.

Na edição de 2016, os curadores José Eduardo Agualusa, Anabela Mota Ribeiro, Maria José Vitorino e Mafalda Milhões apresentam um programa vasto, tendo como ponto de partida o tema Utopia (como convencionado por Thomas More) e uma homenagem especial a Ruy Belo. Estas são as presenças e iniciativas já confirmadas:

FOLIO Autores

Com a curadoria de José Eduardo Agualusa

O FOLIO Autores volta este ano a juntar à volta de várias Mesas escritores e leitores em conversa sobre a literatura. É um capítulo de reflexão e discussão sobre a memória, a utopia, as tendências, os talentos. Debatem-se temas atuais e as suas ligações aos livros, numa relação de proximidade entre aqueles que escrevem e os que lêem.

Presenças já confirmadas:

  • V.S Naipaul
  • Afonso Cruz
  • Miguel Sousa Tavares
  • Rui Cardoso Martins
  • Djaimilia Pereira de Almeida
  • Jón Kalman Stefánsson
  • Juan Pablo Villalobos

FOLIO Folia

Com a curadoria de Anabela Mota Ribeiro

Este capítulo do FOLIO inclui música, teatro, cinema, exposições, aulas, maratonas de leitura e muitas sessões de conversa fiada. Diferentes expressões artísticas fazem uma homenagem à cultura e à literatura e declinam os temas do festival. As criações são originais, foram idealizadas e produzidas em exclusivo para o FOLIO.

Estas são as iniciativas já confirmadas:

  • Bosch: nos 500 anos da morte do pintor, Óbidos apresenta o “coming out” de uma reprodução em tamanho real de As Tentações de Santo António, em parceira com o Museu Nacional de Arte Antiga;
  • Camané interpreta Tom Jobim;
  • Lívia Nestrovksi e Fred Ferreira apresentam um repertório utópico (desde Kurt Weil a Chico Buarque) e único;
  • Mostra de Quixotes pintados por Júlio Pomar ao longo de 50 anos;
  • “Que Por Todos Se Faça a Poesia”: dia dedicado a Ruy Belo, com exibição de documentário de Nuno Costa Santos e Fernando Centeio, leitura de poemas por Luís Miguel Cintra entre outros, e exposição de fotografia de Duarte Belo — que fotografará o espólio do pai;
  • Exposição de fotografia de Carlos Freire (fotógrafo de Beckett, Barthes e Borges)
  • Júlio Resende e Salvador Sobral interpretam poemas ingleses de Fernando Pessoa;
  • Instalação de Rui Horta em torno da ideia Utopia;
  • Mostra de três filmes de Miguel Gonçalves Mendes: Autografia, sobre Cesariny; Curso de Silêncio, sobre Maria Gabriela Llansol; e Nada Tenho de Meu, com Valter Hugo Mãe e Tatiana Salem Levy;
  • Leitura encenada de uma peça solilóquios de Hamlet, com coordenação de Beatriz Batarda;
  • Leitura e comentário por Rui Tavares de Utopia, de Thomas More.

O FOLIO Folia inclui ainda aulas de:

  • Mega Ferreira sobre Cervantes
  • Hélder Macedo sobre Camões
  • José Gil sobre Pessoa (e a sua utopia)
  • Clara Rowland sobre João Guimarães Rosa
  • João Constâncio sobre Nietzsche e Pessoa
  • Fernando Cabral Martins sobre Mário de Sá Carneiro
  • Carlos Reis sobre Saramago (e a sua utopia)
  • António Feijó sobre Shakespeare

FOLIO Educa

Com a curadoria de Maria José Vitorino

É o capítulo do festival dedicado ao ensino, à educação, onde se pensa no futuro da literatura e na forma como as gerações mais novas são educadas a ler. O FOLIO Educa conflui de novo com as restantes dimensões do festival, na festa e na oferta de múltiplas ocasiões e conversa, observação, descoberta e pensamento, associando sempre à literatura e à criação o cuidado com o futuro, no que ele tem de mais sólido – as aprendizagens de cada geração, e entre gerações.

As iniciativas já confirmadas são:

  • Laboratório de formação, dedicado a profissionais da educação, que culminará em dois dias de seminário internacional;
  • Oficinas de mediação para grupos escolares, articulando arte e educação, leitura e criação;
  • Tertúlias em torno da Utopia.

FOLIO Ilustra

Com curadoria de Mafalda Milhões

O FOLIO Ilustra conta com a presença dos mais prestigiados criadores nacionais e internacionais na área da literatura e aqui vão estar não só os talentos como os talentosos contributos destes para tantas e tantas páginas. É uma coleção ímpar de ilustrações originais de livros editados em Portugal na qual se redescobre pela ilustração a identidades artística de cada livro.

Este programa contém:

  • “Um Mercado Ilustrado”: espaço de encontro, venda e apresentação dedicado a ilustradores convidados;
  • Performance e oficinas de ilustração, em volta do conceito de Utopia;
  • Concurso Internacional de Ilustração e Edição: convite do FOLIO a artistas que queiram ilustrar um texto de autor português, o vencedor apresentará um álbum na segunda edição do festival.

FOLIO Mais

Com curadoria de José Pinho

FOLIO Mais é tudo o que o festival traz a mais: lançamentos, encontros com os editores livreiros, novos desafios, novas livrarias e acima de tudo, muita literatura. As editoras portuguesas e as livrarias da Óbidos Vila Literária vão ter uma programação própria neste novo capítulo que promete surpreender todos os amantes dos livros.

José Pinho, também curador mas sobretudo supervisor do festival, apresenta o FOLIO Mais, de onde sairão as seguintes novidades:

  • “Every Book is a Brand”: exposição, conferência e workshop com autores, designers, tipógrafos, editores e papeleiros sobre o futuro do livro enquanto marca (organizado por Carlos Coelho em parceira com a Ivity Corp;
  • Redimensionamento da tenda Autores, com vista a torná-la mais acolhedora;
  • Poesia, Leituras e Artes Performativas na Casa dos Poetas (dinamizada pela atriz Teresa Coutinho);
  • Introdução de novas livrarias e feiras como a do Livro Raro e Antigo e a do Livro Descatalogado. O comércio local vai passar a constar no roteiro do FOLIO, ao qual se juntarão duas livrarias especiais, uma de BD e outra de ficção científica;
  • IYGU: discussão em torno do Ano Internacional do Entendimento Global;
  • Destaque para o projecto “Lire, Vivre & Goûter, Un Avenir”, de Sylviane Sambor;
  • FOLIALQ – Wine Garden by ALQ: parceria com o município de Alenquer, com vista à descoberta dos vinhos da região.

folio16apresentacao_02