Artista tunisino transformou um bairro do Cairo numa enorme obra de street art


É a maior obra de arte pública que a memória do Cairo regista. Um artista urbano tunisino chamado eL Seed, com a ajuda, claro, de alguns amigos, pintou mais de 50 edifícios de forma organizada para que, de uma perspectiva ampla, os desenhos em cada um deles formassem uma gigante ilustração.

Mas o mais impressionante é que o grupo de eL Seed conseguiu completar a obra sem ser abordado ou detido. Recorde-se que o Egipto sofreu uma turbulência política com a Primavera Árabe de 2011 e a consequente derrubada do presidente Hosni Mubarak. O trabalho de eL Seed está no bairro de Manshiyat Naser, no Cairo, e foi captado pelo fotógrafo  para o New York Times.

elseedcairo_02

Apropriadamente intitulada de Perspective, a obra só pode ser apreciada de pé numa zona próxima à colina Mokattam. Pintado em caligrafia árabe clássica, o mural cita um bispo da Igreja Ortodoxa egípcia: “Se alguém quiser ver a luz do Sol, deve limpar os olhos” – uma frase dedicada aos colectores de lixo industrial do Cairo, que vivem maioritariamente naquele bairro. eL Seed criou a obra em segredo, sem o conhecimento do Governo; a ilustração foi bem recebida pelos egípcios no geral, e mereceu inclusive um tweet da Embaixada egípcia dos Estados Unidos.

Podes ler a reportagem do New York Times aqui.

elseedcairo_03

Fotos: David Degner/The New York Times