‘Batman: The Killing Joke’ trará reunião de Mark Hamill e Kevin Conroy como Joker e Batman


Com a DC Comics quase a renovar todo o seu universo, quer o cinematográfico, quer o das bandas desenhadas, chega o último filme animado antes da referida renovação. Tendo a DC abordado nos seus filmes animados grandes histórias que saíram das bandas desenhadas, bem como contando de novo a história de todos os nossos heróis preferidos, tinha de fechar este ciclo que nos trouxe filmes fenomenais como Batman: Under The Red Hood ou Justice League: The Flashpoint Paradox. A escolha para a despedida não podia ter sido mais acertada, e a DC não teve mãos a medir sobre tornar esta produção numa lenda.

A escolha recaiu sobre a história previamente contada nas páginas escritas por Alan Moore e ilustradas por Brian Bolland. Trata-se de Batman: The Killing Joke. A DC volta a recorrer ao dueto de inimigos mais famoso da sua história, o Cavaleiro das Trevas e o Palhaço Príncipe do Crime. The Killing Joke é para muitos a melhor história que existe do Justiceiro de Gotham, e para todos os fãs, está certamente no top 5, perto do já referido Under The Red Hood ou de Court Of Owls, entre outros.

Mas o que é tão especial nesta história que faz com que os fãs de todo o mundo estejam a gritar de alegria? Não querendo contar toda a história, The Killing Joke dá-nos um olhar muito mais profundo sobre o Joker do que qualquer um que tenhamos tido até hoje, e podemos mesmo vir a ter uma história do começo do Joker, de como um fraco e pobre comediante se tornou no assassino mais psicótico de todos os universos de banda desenhada (se bem que sabemos que o que a DC nos mostra nem sempre é factual, e tudo pode mudar mais cedo do que tarde).

Todo o hype na Internet tem vindo também da escolha dos atores que emprestarão as suas vozes a Batman e Joker, e aqui também é o regresso de um dueto com muitos fãs e uma longa história. Tratam-se de Kevin Conroy e Mark Hamill (sim, o de Star Wars). Para quem conhece os filmes animados, ou até os jogos de vídeo de Batman, não será surpresa nenhuma ver o nome de Luke Skywalker associado ao do Joker, mas esta escolha de atores torna-se surpreendente pois os dois (considerados as melhores vozes de Batman e de Joker de todos os tempos) não trabalhavam juntos desde o último jogo de vídeo da saga de Arkham, e antes disso, vários anos tinham passado antes da última colaboração, na série animada da Cartoon Network.

Dito isto, a DC tem tudo para tornar o último filme da era ‘New 52’ numa verdadeira lenda, e mal podemos esperar para ver a reunião de Conroy e Hamill, num projeto tão significativo como ‘The Killing Joke‘. É de facto um presente para os fãs.