O Flickr “portou-se mal” e o Google Photos pode vir a ganhar com isso


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Quando uma ferramenta gratuita passa a paga, nem sempre a coisa corre bem. No caso do Flickr, os resultados ainda estão para apurar. A Yahoo, empresa detentora do serviço, decidiu fazer de uma das melhores funcionalidades do novo Flickr, lançado no ano passado, o Uploadr, exclusiva dos assinantes do Flickr Pro, que custa 5,99 dólares por mês.

Ora, o Uploadr permite fazer o upload de um monte de fotos em simultâneo de um computador para uma pasta privada no Flickr. Pode ser instalado em PC ou Mac, e programado para automaticamente percorrer as novas imagens guardas no computador e fazer o respectivo carregamento para a nuvem. Aí ficam guardadas até o utilizador decidir ou não partilhá-las. O Flickr oferece 1 TB de espaço a todos os seus utilizadores, subscrevam ou não o Flickr Pro.

O Google Photos tem uma ferramenta parecida ao Uploadr do Flickr, que também permite o upload em massa de fotos de um computador para a nuvem. O armazenamento no Google Photos é ilimitado se o utilizador não se importar que as suas imagens sejam ligeiramente comprimidas; caso queira guardar os ficheiros originais, está dependente do espaço de armazenamento que compre à Google.

O Google Photos dá tudo o que o Flickr dá e é gratuito, e é uma opção que certamente muitos vão ponderar – pelo menos, a avaliar pela conotação negativa que praticamente toda a imprensa atribuiu a esta mudança do Flickr. Ainda assim, se estiveres a ponderar aderir ao Flickr Pro, fica sabendo que existe um desconto de 30% de optares pelo pagamento anual (fica a 34,99 dólares).

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!