Há um smartphone Android à venda por… 4 dólares (sim, 4 dólares)


Enquanto as grandes marcas como a Samsung e a Apple continuam a lutar pelo melhor smartphone do mercado, que, consequentemente, custa umas belas centenas de euros, há quem caminhe para o lado precisamente oposto e pretenda atingir outros mercados. E enquanto temos uma caneta para o iPad Pro que custa 99 dólares, há uma empresa chinesa que pode ter produzido aquele que pode ser o Android mais barato do mundo, custando apenas… 4 dólares.

No internet é conhecido como Freedom 251, mas isso deve-se a um rebranding que este Adcom Ikon 4 sofreu quando foi colocado à venda. Trata-se de um smartphone de entrada com aparências “físicas” a um iPhone 4 mas com um preço que agrada a toda a qualquer carteira.

Estamos a falar de um equipamento com 4 polegadas de ecrã, um processador quad-core de 1.3 GHz. 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno. As câmaras, claro, não são as mais confiáveis: a traseira tem 3.2 megapixels e a frontal uns míseros 0.3, embora, de acordo com o site oficial, existam tecnologias e melhorias automáticas que permitam tirar a “selfie perfeita”.

O sistema operativo é o Android 5.1 Lollipop, mas com um launcher por cima que faz lembrar muito o iOS, e a marca promete garantia de um ano. Escusado será dizer que houve um elevadíssimo número de encomendas a partir do momento em que ficou disponível na internet.

Claro que a experiência de uso não é a mais satisfatória, nem pouco mais ou menos, mas estamos a falar de um equipamento que custa menos do que uma refeição no McDonald’s. Um equipamento que pode servir para levares para uma semana de férias desportivas e não te preocupares minimamente se o deixas cair ao rio no último dia, até porque as fotos não terão ficado grande coisa.

A grande questão no meio disto tudo é: a empresa tem de facto lucro com este produto, ou trata-se apenas de uma forma de ganhar nome no mercado e de chegar a uma público maior? Não é certo. O que se sabe é que não é todos os dias que um smartphone da Android é colocado à venda por uma quantia tão significativa como uns simples 4 dólares.