‘House of Cards’ chegou ao Netflix português


As 3 primeiras temporadas de House of Cards estão a partir de hoje disponíveis legendadas e em alta definição no catálogo português do Netflix. Esta adição surge no dia de estreia da 4ª temporada, que, em Portugal, vai passar exclusivamente no canal TVSéries.

É a NOS que detém os direitos de transmissão dos novos episódios de Frank Underwood, pelo os mesmos vão passar, um de cada vez, no TVSéries. A estreia acontece já este sábado, dia 5, às 23 horas. Se quiseres ver ou rever as 3 temporadas anteriores, basta ligar o Netflix.

Frank Underwood está de volta. No topo do mundo, como sempre quis. Mas quanto mais alto se sobe, maior é a ambição. E lá em cima, Frank promete que ainda agora começou. Quando se está no auge, não falta quem queira acabar com o domínio de uma só pessoa e roubar o primeiro lugar. Esta é uma das novidades da 4ª temporada de House of Cards: Frank Underwood vai ter rivais à altura.

Um novo casal vai surgir, de origem britânica, uma versão mais jovem dos Underwood, mas com a mesma sede de poder. Isto vai levar a que Claire (Robin Wright) se reaproxime de Frank, até porque juntos são mais fortes do que separados. Claire até equaciona um louco golpe de marketing que é o de adotar uma criança, de forma a provar que a relação entre o casal está melhor que nunca. Neve Campbell junta-se a House of Cards nesta 4ª temporada. Será ela uma das metades deste novo ambicioso casal que se vai aproveitar do estado menos sólido da relação entre Underwood e Claire para tentar chegar ao topo?

Como um animal político que se move por instinto para sobreviver, para além do novo entendimento com a 1ª Dama, Frank volta a contar com o seu braço direito Doug Stamper (Michael Kelly), de volta à Casa Branca. Mas a 4ª temporada promete ter um desfecho imprevisível para esta personagem.

Colm Feore também se junta à 4ª temporada de House of Cards e não é difícil adivinhar que Frank Underwood deve também ter muito cuidado com esta nova personagem, sobretudo agora que está a preparar uma nova corrida à Casa Branca.