‘LUX’, a curta portuguesa que vai a Cannes, vai ter ante-estreia na Universidade onde nasceu


Chama-se LUX e é uma curta-metragem universitária, criada por alunos do curso de cinema da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.. Vai ser exibida no Short Film Corner do Festival de Cannes, que decorre de 11 a 21 de Maio e, nesse mês, andará pelo nosso país. Contudo, antes – mais concretamente dia 29 de Abril – poderá ser vista no local onde nasceu.

Vai ser uma sessão limitada à capacidade do Auditório Agostinho da Silva da Universidade Lusófona. A sessão terá início às 18 horas e, para além de LUX, contará com A Máquina (2014), de Mafalda Marques; e de Alda (2014), de Ana Cardoso, Filipe Fonseca, Liliana Sobreiro e Luis Catalo – todos alunos da Lusófona. A entrada é gratuita, mas requer inscrição prévia.

Realizado por Bernardo Lopes e Inês Malveiro – as duplas de realização são habituais na Lusófona – e interpretado por Sérgio Moura Afonso, Anna Carvalho e José Pimentão, LUX conta-nos a história de Pedro, um escritor que divaga na sua imaginação até chegar à inspiração e ideia para o seu próximo romance. É este escritor bloqueado que decide utilizar um fenómeno no fabrico de lâmpadas, que começa em sua casa, para ultrapassar o tão conhecido writer’s block.

O Auditório Agostinho da Silva vai ser apenas a primeira paragem do LUX. O projecto LUX ROAD TRIP consiste em colocar quatro membros da equipa numa caravana que vai dar a volta por Portugal, exibindo o filme em cineteatros e auditórios por todo o país. Bernardo Lopes e Inês Malveiro esperam rodar uma longa-metragem sobre esta tour durante o caminho.