Meerkat, a app que começou a revolução do livestreaming, vai desistir do livestreaming


Alguém se lembra da Meerkat? Esta era uma app com um suricata como “mascote” que podia ser utilizada por quem quisesse fazer lives na internet, uma característica bastante comum em outros serviços já utilizados por milhões. Mas, quantos de vocês é que usaram mesmo a Meerkat? Exacto. É precisamente por esse baixo número de repostas positivas que a empresa vai mudar de rumo.

De acordo com uma entrevista cedida por Ben Rubin, CEO da Meerkar, ao site Recode, o serviço vai deixar de se focar no livestream para construir “do zero” uma nova rede social. A decisão não foi fácil, diz o CEO, mas teve obrigatoriamente de ser tomada pelo facto de do outro lado da barricada estarem gigantes como o Facebook e o Periscope, do Twitter, o que tornava o mercado já bastante saturado para a existência de mais serviços semelhantes.

O Meerkat nunca teve números de transmissões em direto muito relevantes, e o seu pico deu-se em maio do ano passado, com cerca de 100 000 transmissões. Rubin diz que o livestream na app não vai ser totalmente encerrado, mas simplesmente os esforços dedicados a esta funcionalidade vão ser bastante menores, e em vez disso vão ser transferidos no desenvolvimento de novas funcionalidades que tornem a app mais atrativa e uma verdadeira concorrente do resto das redes sociais.

Sendo assim, qual o futuro da Meerkat? Não sabemos. Espera-se algo semelhante ao Hangouts ou ao Skype, embora esta seja uma decisão também a considerar já que este mercado também já está bastante saturado. Ben Rubin promete novidades nos próximos três meses.