O King Kong dos escombros: Vhils ‘Debris’ em Hong Kong


Alguma vez foram assombrados por um momento em que desejassem que o tempo parasse? Um momento em que almejassem viver para sempre? Em Hong Kong é possível, sob os escombros de Vhils.

José Pando Lucas, co-realizador de Alexandre Farto (aka Vhils), foi convidado a filmar a primeira exposição a solo do artista de rua em Hong Kong – e a título das explosões sensoriais, não se ficaram por um simples making-of. O filme vive sozinho e como uma obra de arte de direito – uma reflexão urbana que estuda a rapidez dos tempos, o existencialismo moderno, as noções de sobrevivência e a rarefeita definição de sucesso.

A poesia de Hong Kong é retratada em 4 minutos e 43 pedras de cinematografia, sob o pulsar da guitarra dos Dead Combo. A exposição de Vhils Debris estará viva de 21 Março a 4 Abril no Pier 4 (Hong Kong Central).