O teu feed do Instagram vai sofrer uma mudança radical


Estamos habituados a que, no feed do Instagram, as fotos e os vídeos apareçam por ordem cronológica, em que o conteúdo mais recente está no topo. Mas esses dias estão prestes a acabar. O Instagram anunciou que nem sempre vai mostrar os posts do mais recente para o mais antigo.

Basicamente, o Instagram notou que, em média, um utilizador perde 70% do que está no seu feed, incluindo fotos populares (com muitos likes) e posts dos seus melhores amigos. Assim, decidiu seguir a mesma estratégia que o Facebook e mais recentemente o Twitter adoptaram para resolver esse problema e potenciar as interações: algoritmos. Foi em 2009 que o Facebook percebeu que um News Feed cronológico não funcionava, passando a filtrar os vários posts e a ordená-los consoante a os gostos e preferências de cada utilizador: o mais interessante no topo do feed, depois o resto. Também o Twitter introduziu recentemente um feed algorítimico.

Em breve, o feed do Instagram vai ser muito mais parecido ao do Facebook. Em vez de uma ordem cronológica invertida, o Instagram vai ordenar os posts com base na afinidade que os seus algoritmos achem que cada utilizador vai ter com eles. Ou seja, para cada pessoa, o Instagram vai “decidir” o que é mais interessante e colocar esse conteúdo no topo. Como? Através daquilo que o Instagram sabe sobre ti, do tipo de posts que te interessam, da tua relação com quem publica, etc…

Para já, o Instagram não vai filtrar posts. Tudo será mostrado no feed como dantes, só que numa ordem diferente. As mudanças vão chegar a todos os utilizadores ao longo dos próximos meses.

O facto de os posts não estarem ordenados cronologicamente, o feed do Instagram deixa de ser real-time, pois o conteúdo mais recente passa a não estar necessariamente no topo. Os utilizadores vão ter de se esforçar para partilhar fotos e vídeos bons o suficientes para serem escolhidos pelos algoritmos. Algumas marcas poderão vir a perder alcance no Instagram, uma vez que este passa agora a estar dependente das interacções das pessoas com os posts.

Uma coisa é certa: os feeds filtrados por algoritmos tendem a captar mais a atenção dos utilizadores, dado que há menos posts aborrecidos a levá-los a fechar a app.