#PlaylistShifter: Ecos do Cinema


Há umas semanas, os Óscares marcaram o fim da época de entrega de prémios no Cinema. Chegado o final da temporada, há que destacar os melhores jogadores em campo. Conhecemos as escolhas da Academia e dos júris mais ilustres para os melhor actores, melhores filmes, melhores técnicas, mas porque à #PlaylistShfiter diz respeito a música, inspirámo-nos nas melhores bandas sonoras para escolher aqueles que são os Ecos do Cinema deste ano.

Percorremos as listas de filmes nomeados ou premiados em Cannes, Berlim, Tribeca, do mais comercial ao mais independente, do mais pop ao mais clássico, com um único ponto em comum: canções que, além de embelezarem (e muito) os filmes de que fizeram parte, atravessaram-nos e ganharam o estatuto de banda sonora da vida real.

De Carol, a The Revenant, ao génio de Morricone em The Hateful Eight passando pelo documentário do Netflix sobre Nina Simone, com músicas já antigas e consagradas e outras compostas de propósito para a película em que se inserem, esta estes são os nossos 10 Ecos do Cinema, algumas das melhores músicas que os filmes deste ano deixaram como legado:

Ecos do Cinema

  1. Les Paul, Mary Ford – “Smoke Rings”, Carol
  2. The White Stripes – “Apple Blossom”, The Hateful Eight 
  3. Ennio Morricone – “L’Ultima Diligenza di Red Rock”, The Hateful Eight
  4. Ryuichi Sakamoto – “The Revenant Main Theme”, The Revenant
  5. This Will Destroy You – “The Mighty Rio Grande”, Room
  6. John Williams – “Rey’s Theme”, Star Wars: The Force Awakens
  7. N.W.A. – “Fuck Tha Police”, Straight Outta Compton
  8. Lauryn Hill – “Feeling Good”, What Happened, Miss Simone
  9. Funkadelic – “Maggot Brain”, Love
  10. Ella Fitzgerald – “I Want to Be Happy”, Joy