1 de Abril: as mentiras das marcas, da batata ao velcro


As marcas têm uma tendência para ser sérias, afinal de contas precisam que se confie nelas para que se gaste o dinheiro nos seus produtos. No entanto, o dia 1 de Abril é uma espécie de Natal para as marcas, ou uma jantarada com amigos para aliviar o stress e dar umas valentes gargalhadas. É, no final de contas, um dia em que as marcas podem fazer quase… quase tudo.

Muitas das mentiras são incrivelmente elaboradas e têm normalmente como base a criação de novos produtos, e, devido à sua elevada produção, são por vezes capazes de nos deixar na dúvida em relação à sua veracidade.

Comecemos pela chinesa OnePlus que quis acabar com os desastres que pequenas escorregadelas causam na nossa vida, (aproveitando para realçar uma das características do seu último flagship) para isso criou uma série de artigos em Sandstone: copos, ténis e até sabonetes, e não deixou de alfinetar a Apple com uma capa para iPhone. Assim segundo a marca nunca mais deixaremos cair nada e “podemos voltar a usar roupa branca”.

Na Holanda, a Google quis reduzir os acidentes entre ciclistas, aumentar a produtividade dos mesmos e até dar a possibilidade de crianças irem passear sem os seus pais, tudo graças às novas bicicletas que se conduzem sozinhas. O sistema é praticamente o mesmo dos já famosos carros sem condutor da Google; no entanto, estas bicicletas contam com a adição de novas funções: um sistema em que se pode pedir à bicicleta que nos venha buscar, e um confort mode em que os pedais ficam ajustados ao mesmo nível, para que estejamos mais confortáveis.

Este dia dá para tanta coisa que nem as marcas de luxo o deixam passar em branco. A Lexus, aproveitou para lançar um novo banco que vai permitir uma ligação ainda maior entre os condutores e os seus carros. Como? Através de velcro. Sim, leu bem velcro. O novo modelo de banco chama-se V-LCO e tem velcro em quase toda a sua superfície, só tem um senão, obriga o condutor a ter também ele a ter velcro nas costas. Mas isso não parece ser um problema para a marca.

Por sua vez, a Sony não quis deixar a oportunidade de publicitar o remake do filme Ghostbusters, através de um vídeo onde dizem que após 30 anos, estão finalmente prontos para lançar o primeiro produto para apanhar fantasmas, o Proton Pack. O filme, mostra vários planos do Proton Pack, e todas as suas características bem ao estilo dos vídeos de produtos de hoje em dia.

Em França, o Burguer King, quer fazer-nos crer que vai começar a vender batatas fritas à unidade, isto porque com um hambúrguer tão bom ninguém vai ter espaço para as batatas. Estas batatas individuais existirão em três tamanhos: pequeno, médio e grande. Este vídeo saiu uns dias antes do dia 1 de Abril, o que por momentos confundiu muita gente, mas só pode ser mentira, e das boas.

Por fim a Jeep diz estar pronta para lançar os “Adventure Ties”  no mercado alemão, já hoje.  Estes pneus têm um recorte irregular e montanhoso. A ideia é que quem vive em cidade e seja incapaz de levar o seu jipe para trilhos montanhosos possa obter a mesma sensação numa simples ida às compras, ou no percurso para o trabalho. Uma materialização literal do ditado “Se não vai Maomé à montanha, vai a montanha a Maomé”.

dia1abril16marcas_02

dia1abril16marcas_03

Estas foram apenas algumas das dezenas de mentiras que as marcas pregaram aos seus consumidores e fãs pelo mundo fora. O dia 1 de Abril é cada vez mais um dia para as marcas brincarem, e darem alguma liberdade às suas agências de publicidade de fazerem algo diferente.

Porém, uma coisa é verdade e irrefutável as marcas preocupam-se cada vez mais em criar um relacionamento de confiança com os seus consumidores, e às vezes uma pequena mentira ajuda muito.

Texto de: Rui Antunes
Editado por: Mário Rui André