10 filmes a não perder neste IndieLisboa


O IndieLisboa está de volta de 20 de Abril a 1 de Maio. O festival lisboeta de cinema independente vai decorrer na Culturgest, Cinemateca Portuguesa, Cinema São Jorge e Cinema Ideal. Com um total 289 filmes em exibição, a edição deste ano terá no cinema português um dos seus maiores focos, trazendo-nos 40 filmes de autores como Leonor Teles ou Ivo M. Ferreira.

Como a diversidade é enorme e muito provavelmente não conseguirás ver tudo o que queres, trazemos-te uma lista com algumas daquelas que são para nós as melhores propostas deste IndieLisboa.

1 – Love (Gaspar Noé)

O polémico filme de Gaspar Noé vai estrear em terras lusas no IndieLisboa numa sessão para maiores de idade. O realismo das relações, do sexo e da intimidade está bem presente nesta última obra do realizador argentino, que não abre muito espaço à imaginação. A não perder. Love será exibido dia 24 de Abril às 21h45, no Cinema São Jorge.

2 – Love & Friendship (Whit Stillman)

Com honras de sessão de abertura do IndieLisboa está a nova obra de Whit Stillman, um dos Heróis Independentes homenageados na edição do do ano passado do festival, a par de Mia Hansen-Love. Em Love & Friendship, Stillman adapta a obra literária Lady Susan da autora Jane Austen que já tantas adaptações deu ao cinema. Interpretado por Kate Beckinsale, Stephen Fry, Chloë Sevigny ou Xavier Samuel, Love & Friendship promete ser um dos pontos altos desta edição do IndieLisboa. Será exibido dia 20 de Abril às 21h3o, no Cinema São Jorge.

3 – The Lobster (Yorgos Lanthimos)

O novo filme do realizador grego Yorgos Lanthimos também vai marcar presença no IndieLisboa. Distinguido com o Prémio do Júri do Festival de Cannes, The Lobster conta com nomes como Colin Farrell, Rachel Weisz, John C. Reilly e Léa Seydoux nos principais papéis. No filme, que se passa num futuro próximo distópico, todos os solteiros são levados para O Hotel, onde têm de arranjar um parceiro sexual sob pena de serem transformados num animal selvagem. Um filme desafiante do realizador que já nos trouxe por exemplo Dogtooth. Exibição a 1 de Maio às 21h45, no Cinema São Jorge.

4 – Balada de Um Batráquio (Leonor Teles)

Uma das saudosas sensações do ano, a curta-metragem de Leonor Teles vai estar em exibição no IndieLisboa a concorrer na Competição Nacional e Internacional de Curtas. Depois de ganhar o Urso de Ouro em Berlim, Balada de Um Batráquio recebeu também o prémio de melhor curta-metragem no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong. Sessões na Culturgest (21 de Abril às 19h; 23 de Abril às 17h; 29 e 30 de Abril às 10h30) e no Cinema São Jorge (23 de Abril às 19h; 28 de Abril às 21h30).

5 – The Family (Shumin Liu)

The Family, de Shumin Liu, será inevitavelmente um dos pontos altos da edição do festival. Esta longa-metragem de 5 horas surge quase como um desafio ao espectador, à medida que este é convidado a acompanhar uma tradicional família chinesa de classe média. Um retrato contemporâneo dos laços familiares interpretado (se é que se pode dizer isto) pelos próprios membros da família. Sessões dias 24 de Abril às 14h3o, no Cinema São Jorge, e dia 30 às 15h, no Museu do Oriente.

6 – Cartas da Guerra (Ivo M. Ferreira)

Um dos mais esperados filmes portugueses numa edição do IndieLisboa que trará muito (e bom, esperamos) cinema nacional às salas do festival. Exibido no Festival de Berlim, esta adaptação de Ivo M. Ferreira das cartas enviadas por António Lobo Antunes à sua mulher durante a guerra colonial em Angola. O amor que ficou em Portugal, uma guerra desnecessária nas palavras de um médico que viria a tornar-se um dos maiores romancistas portugueses. Ivo M. Ferreira colocou Miguel Nunes e Margarida Vila Nova nos papéis principais. Sessão única no dia 25 de Abril às 18h30, na Culturgest.

7 – Boi Néon (Gabriel Mascaro)

Premiado em diversos festivais um pouco por todo o mundo chega também às salas de cinema portuguesas o filme brasileiro Boi Néon. Com uma história diferente, de um vaqueiro que sonha trabalhar na indústria da moda e fazer roupa, Boi Néon é um dos filmes mais aguardados no IndieLisboa. Um trabalho do realizador Gabriel Mascaro que certamente vai conquistar o coração da audiência como conquistou os prémios já ganhos por si até agora. Exibição no dia 22 de Abril às 21h30, na Culturgest.

8 – The Witch (Robert Eggers)

Uma das propostas mais interessantes do IndieLisboa 2016 vai realizar-se na noite de 23 de Abril, no Cinema Ideal; será uma maratona de filmes inseridos na secção Boca do Inferno, que se prolongará noite dentro. Um dos filmes em questão será o recente e aclamado filme de terror e mistério The Witch, de Robert Eggers. Esta “Maratona do Inferno” tem data marcada para dia 23 de Abril a partir das 23h30 no cinema que fica ao lado do Bairro Alto.

9 – Janis: Little Girl Blue (Amy Berg)

Inserido na secção IndieMusic, este documentário realizado por Amy Berg traça a história da carreira da cantora Janis Joplin até à sua precoce morte aos 27 anos. Composto por imagens de arquivo e narrado por Cat Power, este documentário sobre a cantora americana será obrigatório. Sessão marcada para dia 22 às 21h30, no Cinema São Jorge.

10 – Total Recall (Paul Verhoeven)

Finalizamos a lista com um dos filmes de Paul Verhoeven, que será homenageado na secção Herói Independente da edição deste ano do festival. Verhoeven terá em exibição obras que vão além dos conhecidos Basic Instinct, Starship Troopers ou Robocop. Um desses filmes será Total Recall, um clássico do género sci-fi com Arnold Schwarzenegger como protagonista. Total Recall será exibido dia 27 de Abril às 15h30.