NASA disponibiliza patentes em open-source


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A NASA lançou 56 patentes cuidadosamente seleccionadas em domínio público e disponibilizou uma base de dados contendo milhares de patentes já expiradas. Estas tecnologias podem agora ser utilizadas gratuitamente, e numa lógica comercial, por qualquer pessoa na sua startup ou por agências espaciais privadas como a SpaceX de Elon Musk.

Não esquecer que uma parte das invenções da NASA pode ser adaptada para aplicações não relacionadas com o sector aeroespacial. O trabalho da agência espacial norte-americana já serviu para o desenvolvimento de membros artificiais e para biópsia de mama, entre outras coisas.

Entre as patentes publicadas, estão processos de manufactura, sensores, métodos de propulsão, tubeiras de foguetes, desenhos de asas de avião e conceitos de melhoria da segurança e perfomance de aeronaves. “Disponibilizando estas tecnologias no domínio público, estamos a ajudar a nova era de empreendedorismo que mais uma vez vai colocar os EUA na vanguarda da indústria de alta tecnologia e competitividade económica. Ao lançar esta colecção, estamos a incentivar empreendedores a explorar novas formas de comercializar tecnologias da NASA”, refere Daniel Lockney, responsável do programa Technology Transfer da NASA.

nasapatentespublicdomain_02

No passado, a NASA já disponibilizou milhares de patentes através de licenciamento e ate ofereceu aos pequenos negócios o direto de usar as suas tecnologias gratuitamente. O público domínio, contudo, permite a qualquer pessoa fazer o que bem entender com as patentes. Em comunicado, a NASA explica que decidiu lançar apenas as tecnologias que são menos propensas a ser licenciadas por empresas externas (por causa da baixa procura pelos produtos que delas resultam) ou ainda não estão prontas para ser comercializadas.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.