“Pede-se a todos os passageiros que coloquem os seus animais a bordo”


O brutal incêndio em Fort McMurray, no Canadá, que deflagra há mais de duas semanas, deixou centenas de milhares de pessoas desalojadas. Uma magnitude que pode ser vista do espaço face ao fumo que ainda se faz sentir.

Acontece que com as pessoas retiradas de casa vieram os seus animais… Cães, gatos, tartarugas e outros tantos seres vivos são parte da família e não foram deixados para trás, foram salvos por aqueles que os amam e estimam. Perante essa situação as companhias aéreas que participaram nas acções de evacuação – a Canadian North e WestJet – agiram do modo mais “ilegal” e bonito possível: animais e respectivos donos, juntos, nas cabines dos aviões.

Na verdade, em condições normais, nenhum passageiro pode transportar consigo um animal de estimação. Devem viajar no porão, em caixas formatadas para tal. Mas a urgência não deixou que as burocracias interferissem e o amor falou mais alto.

“É óbvio que é completamente incomum ver animais a serem transportados na cabine. Mas face as circunstâncias quisemos contornar as regras e salvar estes animais”, explicou um representante da Canadian North ao Huffing Post Canada.

As imagens partilhadas nas redes sociais falam por si.

 

5734fde622000042072567ae 5734fec2160000b60731ea2e5734fb07130000f00438178e

5734fef822000042072567b0

5734ff5b1300000105381794 piloto_animais_aviao_canada_1 piloto_animais_aviao_canada_2 piloto_animais_aviao_canada_3 piloto_animais_aviao_canada_4 piloto_animais_aviao_canada_5 piloto_animais_aviao_canada_7 piloto_animais_aviao_canada_8 piloto_animais_aviao_canada_9 piloto_animais_aviao_canada_10 piloto_animais_aviao_canada_12 piloto_animais_aviao_canada_14