KickassTorrents está em baixo, alegado criador foi detido


O Governo norte-americano prendeu o suposto dono da KickassTorrents, o maior site de torrents do mundo. Artem Vaulin, ucraniano, de 30 anos, terá sido detido na Polónia por violação de direitos de autor e lavagem de dinheiro, relata o site TorrentFreak. O site pirata está offline.

“Vaulin é acusado de gerir o site de partilha ilegal de ficheiros mais mais visitado actualmente, responsável por distribuir ilegalmente mais de 1 mil milhões de dólares de materiais protegidos por direitos autorais”, refere o procurador-geral adjunto Leslie R. Caldwell, num comunicado do Departamento da Justiça dos EUA.

Segundo a mesma nota, o KickassTorrents – agora offline – chegou a operar debaixo de vários domínios (kickasstorrents.com, kat.ph, kickass.to, kickass.sokat.cr) e estava alojado em vários servidores, espalhados pelo mundo, incluindo Chicago. A justiça norte-americana acrescenta que as autoridades tentaram anunciar no site, à paisana, o que lhes permitiu identificar a conta bancária usada.

Um tribunal federal em Chicago ordenou a apreensão dos vários domínios do KickassTorrents, site recebia – de acordo com o Departamento de Justiça – 50 milhões de visitantes únicos por mês, sendo maior que o igualmente polémico The Pirate Bay.

À hora de publicação deste artigo, através do kat.cr, o actual domínio do KickassTorrents, não se consegue entrar no site. O Departamento de Justiça dos EUA lembra que “as acusações e alegações contidas na denúncia são meramente acusações” e que “o réu é presumido inocente até que seja provado culpado”.