Project Bloks é a nova maneira de a Google ensinar programação aos mais novos


Hoje em dia, está muito em voga o desenvolvimento de equipamentos que visem ensinar programação aos mais novos. Aliás, mais do que ensinar, o objetivo passa por despertar a curiosidade e o interesse das crianças para este mundo. A própria Apple já deu passos nesse sentido e, agora, foi a vez de a Google apresentar o Project Bloks, que alia o melhor dos dois mundos: software e hardware.

A gigante das buscas aliou-se a Paulo Blikstein, director do gabinete de tecnologias de aprendizagem da Universidade de Stanford, para desenvolver um produto inovador. O objectivo é que este funcione como uma rampa de lançamento para que designers puxem pela criatividade e façam “brinquedos” educativos para as crianças.

Segundo a Google, as crianças aprendem melhor quando usam as suas próprias mãos e quando interagem umas com as outras, por isso, o Project Bloks traz o hardware no ensino da programação. Cada Coding Kit é constituído por um Brain Board (uma espécie de placa-mãe), construída por cima do Raspberry Pi Zero e que fornece eletricidade ao gadget que se vai construir. Depois, existem também as Base Boards, que se ligam ao Brain Board, e os Pucks, como nada mais são do que interruptores adaptados às funções desejadas.

Estamos a falar de uma plataforma de hardware completamente open-source e que por essa razão tem possibilidades ilimitadas. A Brain Board conecta-se a qualquer gadget com ligação Bluetooth ou Wifi e podem ser feitas coisas como controlar uma coluna portátil e um robot telecomandado. O vídeo que a Google publicou explica isso bastante bem:

Isto não se destina apenas a crianças totalmente saudáveis, mas pode ser também adaptados e pessoas com dislexia ou outro tipo de limitações. O Coding Kit não se encontra para venda, mas vai entrar neste momento numa fase de testes e está até disponível para todos os que quiserem experimentar no Museu Exploratorium, em San Francisco.

O objectivo principal de tudo isto, como dito em cima, é dar a designers as ferramentas necessárias para, a partir daqui, poderem pegar no Coding Kit e construírem eles mesmos os brinquedos que vão depois chegar aos mais novos. Uma vez mais, a Google mostra-se preocupada em fornecer opções didáticas.