Quentin Tarantino planeia realizar apenas mais 2 filmes


Durante o seu discurso de abertura na 33ª edição do International Jerusalem Film Festival, o realizador e argumentista americano Quentin Tarantino revelou ao público presente que pretende realizar apenas mais dois filmes, deixando assim no seu currículo um total de dez longas-metragens.

“Vão ser apenas mais dois”, disse o realizador do recente The Hateful Eight, filme nomeado para os Óscares em várias categorias, tendo ganho na de Melhor Banda Sonora Original. No entanto, pouco depois de ter afirmado isso, não pôs de parte a hipótese de voltar a realizar se tivesse uma história interessante para contar, “mesmo aos 75 anos”, mas que não incluiria na sua contagem.

Vale a pena lembrar que em Dezembro do ano passado, durante uma mesa-redonda do Hollywood Reporter com vários realizadores, Tarantino já tinha admitido que queria apenas atingir a meta da dezena de filmes, passando a dedicar-se exclusivamente à escrita.

O realizador e argumentista admitiu ainda que sentia que o vilão de Inglourious Basterds, o grande detetive nazi Hans Landa, é a melhor personagem que alguma vez já escreveu. Que o confirme Christoph Waltz, o ator austríaco que a interpretou e com a qual ganhou tudo o que havia para ganhar, com o Globo de Ouro e Óscar em destaque, para Melhor Ator Secundário.

O portefólio de Tarantino conta ainda com o Reservoir DogsKill Bill Vol. 1 e Kill Bill Vol. 2 (duas partes que o realizador contabiliza como um filme apenas), Pulp FictionJackie BrownDeath Proof e Django Unchained.