Apple está a criar o seu próprio “Snapchat”, diz Bloomberg


A Apple não é apenas uma empresa de hardware. Para além de iPhones, iPads, iPods, Macs, Apple TVs e Apple Watches, a tecnológica disponibiliza vários serviços online – do iMessage ao Apple Music – que fortalecem o ecossistema da “maçã” e valorizam esses equipamentos.

A Bloomberg reporta que a Apple está a desenvolver uma aplicação de edição e partilha de vídeo (estilo-Snapchat) para o seu iOS. Este novo serviço estão ainda numa fase embrionária. “Os planos iniciais fazem parte de um novo foco recente de integrar aplicações de redes sociais nos produtos móveis da Apple e são uma resposta ao sucesso de empresas focadas em redes sociais como o Facebook e o Snapchat, segundo pessoas familiarizadas com a estratégia da Apple”, refere a mesma fonte, acrescentando que um representante da Apple se recusou a comentar.

Recentemente o Facebook lançou uma versão idêntica às Snapchat Stories no Instagram. Esta não é a primeira vez que a empresa de Mark Zuckerberg tenta replicar na sua plataforma o sucesso do Snapchat. É possível partilhar fotos rabiscadas e personalizadas à-lá-Snapchat no Facebook, criar divertidos slideshows com as nossas imagens e vídeos ou fazer directos usando os filtros animados do MSQRD, aplicação que o Facebook comprou em Março deste ano.

A Bloomberg refere que a nova aplicação da Apple permitirá gravar, editar e partilhar vídeos em menos de um minuto e está a ser desenvolvida pela equipa que trabalha no Final Cut Pro e no iMovie. Um protótipo interno do desenho da app incluí um formato quadrado para os vídeos e a possibilidade de partilhar com os contactos ou nas redes sociais de eleição. A aplicação deverá chegar em 2017, com mais algumas funcionalidades sociais no iPhone.

Recorde-se que este ano, com o iOS 10, a Apple reformulou o iMessage, preparando-o para o futuro do messaging; e que nos últimos anos a tecnológica criou uma plataforma de mapas (Apple Maps), lançou um serviço de streaming de música (Apple Music), reforçou as funcionalidades do iCloud e desenvolveu um serviço de notícias chamado Apple News.