Google vai punir sites com anúncios pop-up


O aviso está feito: a partir do próximo ano, os sites que apresentem publicidade que prejudique a experiência dos utilizadores, como pop-ups que ocupem o ecrã inteiro ou uma boa parte, vão ser prejudicados no ranking do motor de busca Google, anunciou a empresa esta semana.

Desde cedo, a Google tem procurado privilegiar os sites “bem comportados” em detrimento dos “mau comportados” no seu motor de busca, educando, desta forma, a Internet. Por exemplo, os sites que apresentem uma versão móvel, para ser lida em telemóveis ou tablets, aparecem tendencialmente no topo dos resultados. Hoje, a Google diz que 85% das páginas web já estão preparados para dispositivos móveis, pelo que vai deixar de identificá-las como “mobile-friendly” nos resultados – contudo, este continuará a ser um critério de bom ou mau comportamento.

Um novo indicador vão ser os anúncios intrusivos. Publicidade pop-up de ecrã inteiro ou que tape de forma significava os conteúdos vai levar a que o respectivo site ou página desça nos resultados do Google, conforme é explicado no blogue oficial do Google Webmaster Central.