Nadadora chinesa quebra tabu e é aplaudida nas redes sociais


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Depois de ter ficado na história desta edição dos Jogos Olímpicos por ter ganho uma medalha de bronze sem saber, a nadadora chinesa Fu Yuanhui volta a dar que falar ao quebrar um dos maiores tabus do mundo do desporto, a menstruação.

No passado domingo, após a sua equipa ter terminado a prova em quarto lugar, Fu admitiu, em entrevista, que “não nadou bem o suficiente” e pediu desculpa às colegas. “Foi por causa do período que apareceu ontem, por isso, sinto-me particularmente cansada”, confessa a atleta de 20 anos. Apesar disso, esclarece que “não se trata de uma desculpa”.

As suas declarações foram de imediato aplaudidas nas redes sociais, especialmente pelos seus fãs chineses, por ter quebrado o silêncio em torno da menstruação nas atletas do sexo feminino.

“Admiro a Fu Yuanhui por nadar com o período. As mulheres são bastante afectadas durante a menstruação, especialmente se tiverem dores. Ela sente-se culpada por ter terminado a prova em quarto lugar mas continuamos muito orgulhosos”, comentou um fã no site Sina Weibo

“É um fenómeno fisiológico normal, porque é que não podemos mencioná-lo? Fu Yuanhui é a maior!”, escreveu outro cibernauta.

Também no Twitter multiplicam-se as mensagens de apoio a Fu. “Um pequeno passo para Yuanhui, um grande passo para o fim da vergonha da menstruação”, escreveu uma utilizadora. “A menstruação não é um insulto, raparigas como tu estão a mudar vidas,” lê-se no feed da rede social.

Há, inclusive, uma carta aberta à atleta que a parabeniza pela atitude. “Num mundo onde é esperado que as mulheres permaneçam em silêncio, a Fu falou (sobre o seu período)!”.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!