Com este cartaz, o festival Iminente é de ida obrigatória


Um festival de três dias cuja entrada custa apenas 6 euros (ou 2 euros/dia) e que reúne os mais relevantes representantes da nova arte e música nacionais. É assim o Iminente, um novo evento que vai acontecer entre 23 e 25 de Setembro, nos Jardins Municipais de Oeiras.

Com curadoria do artista Vhils e da galeria Underdogs, o Iminente é “um festival que junta a nova música à nova arte numa experiência de intensa intimidade colectiva”, segundo o comunicado de imprensa. “Tudo o que se vai passar aqui é demasiado novo, experimental, inédito. Iminente. Próximo, a acontecer no momento, urbano, explosivo, enérgico, excitante, efémero, imprevisível.”

Paus, Linda Martini, Batida, DJ Ride, BBQ, DJ Glue e Thunder & Co são as propostas para o primeiro dia, 23 de Setembro. O festival prossegue no dia 24 com Chullage, Halloween, Orelha Negra (DJ set), Keso, DJ Firmeza, DJ Marfox e Francis Dale. No domingo, dia 25, o Iminente terá Ana Moura, Isaura, Dead Combo, Slow J, Sam The Kid + DJ Big e Kalaf.

iminente_02

Ao alinhamento musical, junta-se a arte, que “estará exposta no espaço sem grandes barreiras entre elas e o público, ora integrando-se no ambiente, ora confrontando-o, ora já concluída, ora em execução durante o desenrolar do festival”. Neste âmbito, vamos ver trabalhos de Ad Fuel, André da Loba, Akacorleone, Bordalo II, Clemens Behr, David Oliveira, Okuda, MaisMenos, MAR, Maria Imaginário, Mário Belém, Pedrita, Pedro Matos, Wasted Rita e, claro, Vhils“Os artistas são apenas aqueles que fazem aquilo que se chama a cena da arte pública nacional. Não são todos. Não cabiam todos. O espaço não é muito grande. É uma cena íntima. Mesmo próxima”, lê-se ainda.

iminente_03

O comunicado explica-nos também que “os palcos para as bandas e os músicos são 3 e estão embebidos na vegetação, tipo camuflados e vai mesmo dar para estar em cima dos músicos e sentir tudo na pele. Um é numa estufa, outro é entre árvores e a pista para os DJ Sets é … surpresa. O melhor é irem lá ver se esta descrição não for elucidativa”.

Iminente. Entre 23 e 25 de Setembro, nos Jardins Municipais de Oeiras. Vão ser 3 dias de festa, expressão e provocação artística.