Emmys 2016: o trono foi de ‘The People v. O. J. Simpson: American Crime Story’


Pelo segundo ano consecutivo, Game of Thrones foi distinguida como Melhor Série Dramática na cerimónia anual dos Emmys, que decorreu este domingo. A produção da HBO, que vai terminar em 2018, já é a série mais premiada de sempre nesta gala de prémios, com um total de 38 estatuetas. O recorde anterior de 37 distinções pertencia à série Frasier, exibida entre 1993 e 2004.

Na categoria de comédia, os Emmys, também conhecidos como os Óscares da televisão, premiaram a série Veep como Melhor Série de Comédia, que também já tinha vencido no ano passado. Veep foi ao palco receber ainda o prémio para Melhor Actriz em Série de Comédia, entregue a Julia Louis-Dreyfus.

O título de Melhor Actor em Série de Comédia foi atribuído a Jeffrey Tambor, pelo seu trabalho em TransparentRami Malek, o actor que protagoniza Mr. Robot, foi distinguido como Melhor Actor em Série Dramática. E Tatiana Maslany, de Orphan Black, recebeu o título feminino equivalente.

A gala que premia o que de melhor se faz na televisão norte-americana foi apresentada, desta vez, por Jimmy Kimmel e revisitou temas quentes como a diversidade (ou a falta dela) em Hollywood e, claro, as eleições presidenciais dos EUA.

No final da noite, quem se sentou no trono foi a série O.J. Simpson: American Crime Story, que concorreu na categoria Série Limitada e que reunia mais de 22 nomeações. Recebeu o prémio de Melhor Minisérie e também o de Melhor Actriz Principal (Sarah Paulson), Melhor Actor Principal (Courtney B. Vance), Melhor Argumento (D.V. DeVincentis) e Melhor Actor Secundário (Sterling K. Brown). Sherlock: The Abominable Bride que foi eleito Melhor Telefilme.

Lista de vencedores

Série Dramática

  • Melhor Série: Game of Thrones
  • Melhor Actor: Rami Malek (Mr. Robot)
  • Melhor Actriz: Tatiana Maslany (Orphan Black)
  • Melhor Actor Secundário: Ben Mendelsohn (Bloodline)
  • Melhor Actriz Secundária: Maggie Smith (Downton Abbey)
  • Melhor Realizador: Miguel Sapochnik (Game of Thrones, “Battle of the Bastards”)
  • Melhor Argumento: David Benioff e D.B. Weiss (Game of Thrones, “Battle of the Bastards”)

Série de Comédia

  • Melhor Série: Veep
  • Melhor Actor: Jeffrey Tambor (Transparent)
  • Melhor Actriz: Julia Louis-Dreyfus (Veep)
  • Melhor Actor Secundário: Louie Anderson (Baskets)
  • Melhor Actriz Secundária: Kate McKinnon (Saturday Night Live)
  • Melhor Realizador: Jill Soloway (Transparent, “Man on the Land”)
  • Melhor Argumento: Aziz Ansari e Alan Yang (Master of None, “Parents”)

Mini-Série/Telefilme:

  • Melhor Minissérie: The People v. O. J. Simpson: American Crime Story
  • Melhor Telefilme: Sherlock: The Abominable Bride
  • Melhor Actor: Courtney B. Vance (The People v. O. J. Simpson: American Crime Story)
  • Melhor Actriz: Sarah Paulson (The People v. O. J. Simpson: American Crime Story)
  • Melhor Actor Secundário: Sterling K. Brown (The People v. O. J. Simpson: American Crime Story)
  • Melhor Actriz Secundária: Regina King (American Crime)
  • Melhor Realizador: Susanne Bier (The Night Manager)
  • Melhor Argumento: D.V. DeVincentis (The People v. O. J. Simpson: American Crime Story –“Marcia, Marcia, Marcia”)