O novo Xiaomi é uma beleza de telemóvel. Foi desenhado pelo icónico Philippe Starck


Chama-se Mi MIX e foi revelado, esta terça-feira, pela chinesa Xiaomi como um “conceito de telefone”. O Mi MIX tem um ecrã de 6,4 polegadas que vai de um canto ao outro do equipamento, fazendo parecer que estamos a segurar não um smartphone mas sim um gigante e elegante ecrã.

xiaomimimix_02

É precisamente o visor que torna o Mi MIX diferente de todos os outros telemóveis e é nele que estão encontramos os detalhes mais interessantes. Por exemplo, em vez de um rectângulo, a tela tem os cantos ligeiramente arredondados para alinhar com os cantos também arredondados do equipamento. O facto de o ecrã OLED de 6,4 polegadas ir de uma ponta à outra não torna o Mi MIX muito maior que o iPhone 7 Plus ou o Pixel XL, conforme podes verificar neste comparativo do site Phonearena.

A resolução de 1080×2040 pixels e o formato 16:9 do visor do Mi MIX fazem toda a diferença na hora de tirar fotos ou de ver vídeos – a experiência será imersiva e vai inclusive parecer que o telemóvel é invisível.

Para existir espaço para um ecrã tão grande, a Xiaomi removeu a pequena coluna e o sensor infravermelho de proximidade que tipicamente ocupa a parte de cima da frente dos telemóveis. Em substituição, instalou um sistema piezeléctrico atrás do vidro do ecrã, capaz de produzir um som audível para chamadas telefónicas, e implementou uma tecnologia de ultra-sons que detecta quanto o telemóvel está próximo do ouvido de forma a desligar o ecrã.

xiaomimimix_03

O Mi MIX é um topo-de-gama. A construção é em cerâmica, incluindo os botões. O telemóvel foi desenhado pelo famoso designer francês Philippe Starck. De acordo com Hugo Barra, vice-presidente da Xiaomi, a colaboração de Starck com a fabricante chinesa começou em 2014 com o designer a assumir o papel de “Jon Ive da Xiaomi”, orientando a equipa de design da empresa. Starck definiu a aparência do Mi MIX, mas já tinha tido o papel activo na concepção de outros telemóveis, como o Mi 5.

O Mi MIX vem com um processador Qualcomm Snapdragon 821 capaz de “rodar” a 2,35 GHz, uma memória RAM de 4 ou 6 GB, armazenamento de 128 ou 256 GB, uma gigante bateria de 4 400 mAh com tecnologia de carregamento rápido (Quick Charge 3.0), leitor de impressões digitais, NFC, câmara traseira de 16 megapixels e frontal de 5, e suporte para 4G/LTE até 600 Mbps de velocidade de download.

xiaomimimix_04

Disponível na China a partir de 4 de Novembro, o Mi MIX vai custar 3 499 yuan, qualquer coisa como 470 euros. Existirá um modelo com uma borda em ouro de 18 quilates em redor da câmara traseira e do sensor de impressões digitais que será posto à venda por 3 999 yuan, ou seja, 540 euros.

xiaomimimix_05