Alemanha revela comboio não poluente, movido a hidrogénio


 
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A Alstom, uma empresa francesa que deve dinheiro a Portugal, apresentou na Alemanha o primeiro comboio de passageiros do mundo alimentado a células de hidrogénio, que, por isso, não polui.

Uma parte significativa da ferrovia europeia não é electrificada e, em muitos países do continente, o número de comboios a diesel em circulação é ainda elevada – só na Alemanha existem mais de 4 mil, de acordo com os dados fornecidos pela Alstom. O Coradia iLint surge como uma solução a este problema: é uma alternativa aos comboios a diesel que, ao contrário destes, não emite CO2 para a atmosfera.

Equipado com uma célula de hidrogénio, a única coisa que este comboio emite é vapor de água condensada. O ruído que produz é também baixo, segundo a empresa francesa. O Coradia iLint vai poder transportar 300 passageiros (150 lugares sentados) quando entrar em circulação no final de 2017.

O comboio consegue atingir velocidades de 140km/h e tem uma autonomia para 800 km.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.