Os comentários no YouTube não prestam? Esses dias podem estar a acabar


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

De uma forma geral, os vídeos do YouTube estão cheios de comentários de ódio, com palavrões e ruidosos. Contudo, esses dias podem estar prestes a acabar. A rede social apresentou novas ferramentas que permitem aos youtubers melhorar as caixas de comentários dos seus vídeos.

Os autores dos vídeos vão poder:

  • destacar comentários no topo. Esta funcionalidade pode ser utilizada para destacar boas respostas ou opiniões dos fãs ou para partilhar visivelmente algo com a audiência;
  • atribuir corações aos melhores comentários. Estes corações ficam visíveis no canto inferior direito dos respectivos comentários, com a foto de perfil do youtuber;
  • salientar os seus comentários. As observações e respostas do autor do vídeo não vão passar mais despercebidas, uma vez que os seus usernames apareceram sublinhados com uma cor pré-definida;
  • filtrar automaticamente comentários. Se os criadores activarem esta opção (em fase experimental), os algoritmos do YouTube vão filtrar comentários potencialmente inapropriados para que os youtubers possam revê-los e decidir se os tornam públicos;

A estas novas ferramentas, juntam-se duas já existentes:

  • definir moderadores. Os youtubers podem delegar a tarefa de moderação de comentários a outras pessoas, em quem confiem, claro;
  • adicionar palavras ou expressões à “lista negra”. Todos os comentários com determinados termos ou frases definidas pelo autor dos vídeos como impróprias serão automaticamente postos de parte para revisão. O YouTube pode decidir publicá-los ou não.
Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!