Citizenfour: um documentário imprescindível que conta as revelações do cidadão Snowden

Passa esta segunda, às 22 horas, na RTP 1. Disponível a qualquer altura no Netflix.

Em Junho de 2013, Edward Snowden encontrou-se com o jornalista do The Guardian Glenn Greenwald e a realizadora Laura Poitras para revelar aquele que viria a ser considerado o maior escândalo governamental de espionagem e privacidade do mundo. Na altura, Snowden era um mero funcionário da NSA, anónimo como quase todos os outros.

Snowden passou a Glenn e a Laura informações confidenciais da Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA) e de outras agências de inteligência, desmascarando práticas secretas de espionagem digital a milhares de cidadãos dos EUA e do mundo. A polémica foi tornada público através da comunicação social, num trabalho coordenado por Glenn e pelo The Guardian. Laura documentou em vídeo os múltiplos encontros entre Glenn e Snowden num quarto de hotel em Hong Kong e apresentou o resultado em 2014. Citizenfour estreou no New York Film Festival.

O documentário deve ao nome de código que Snowden, ex-funcionário da NSA, utilizou na primeira vez que contactou Laura. Foi em Janeiro de 2013 que a realizadora norte-americana começou a receber e-mails encriptados de alguém que se identificava como “CITIZENFOUR”. Na altura, Laura estava a fazer um filme sobre abusos de segurança nacional no pós 11 de Setembro nos Estados Unidos.

Citizenfour é um “thriller da vida real” desenrolando-se minuto a minuto perante o nosso olhar. Um documentário imprescindível para compreender o mundo hiper-conectado em que vivemos e um complemento obrigatório a Snowden, o filme de Oliver Stone com Joseph Gordon-Levitt.

Podes ver o Citizenfour quando quiseres no Netflix. Se não fores assinante do serviço de streaming, não percas a transmissão do documentário, premiado com um Óscar, esta noite, às 22 horas, na RTP1.