Sean Riley & The Slowriders lançam videoclipe com imagens de 2012


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Depois de um Verão agitado e antes do fim do ano, os portugueses Sean Riley & The Slowriders apresentam o vídeo para “Gipsy Eyes”, single que sucede a “Greetings” e “Dili”, extraídos do último álbum de originais.


Este video é especial. Em 2012 a banda embarcou uma das mais marcantes viagens do seu percurso. Entre Janeiro e Fevereiro desse ano, cruzaram a Dinamarca, Alemanha e Holanda a propósito da promoção de It’s Been a Long Night, terceiro álbum de estúdio. Foi um poema épico com um impacto enorme na relação entre os quatro membros da banda. Pela estrada, foram registando o que viam e viviam com uma antiga câmara Super 8 mm, oferecida a Afonso Rodrigues pelo cineasta Pedro Neves.

Nesse ano, foi escrita a canção “Gipsy Eyes”. Quatro anos mais tarde e muitas vidas depois, chegou o momento de ilustrar a composição. Os Sean Riley & The Slowriders conseguiram recuperar as fitas originais que após uma sucessão de eventos e timings errados estiveram perdidas desde pouco depois da sua revelação.

Foi a Jorge Quintela, amigo de longa data – diretor de fotografia e realizador, também envolvido nos vídeos de “Moving On” e “Harry Rivers” – que confiaram as bobines para montar um filme tão pessoal e especial para a banda.

O resultado, o videoclipe, é regressar à génese dosSean Riley & The Slowriders, ao tempo da escrita da canção, a imagens de um tempo em que juntos celebram a vida, o amor e a amizade… regressar a um tempo em que o mantra era “enjoy the ride” porque os bons momentos duram para sempre.

Banda regressa aos palcos em Lisboa

Em 2016 Sean Riley & The Slowriders voltaram aos concertos e passaram pelos festivais NOS Alive e Vodafone Paredes de Coura, entre outros, na tour de apresentação do aclamado quarto registo de originais.

Para 2017 preparam uma nova campanha, desta vez de concertos em sala. Espaços com uma maior dose de intimismo que proporcionam ao quarteto as condições perfeitas para os seus temas intensos e carregados de emoção.

No dia 4 de Fevereiro passarão pelo auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, integrados na programação do festival CCBeat, para um concerto para o qual são esperadas algumas participações especiais e surpresas de alinhamento.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!