Comboios holandeses são alimentados inteiramente a energia eólica

Empresa diz que agora é possível viajar por todo o país sem contribuir para as alterações climáticas.

A transportadora ferroviária holandesa, NS, uma das maiores da Europa, anunciou que todos os seus comboios são desde o início deste 2017 movidos a energia proveniente do vento.

O anúncio foi feito pelo director da NS, Roger van Boxtel, num caricato vídeo:

A Holanda é, com esta medida, o primeiro país do mundo a ter todo o transporte ferroviário movido a energias renováveis. A NS diz que agora é possível viajar por toda a Holanda de comboio sem contribuir para as alterações climáticas.

Como é que a NS preparou isto? Em 2015, juntou-se à empresa de energia Eneco para reduzir as emissões poluentes resultantes da circulação dos seus comboios. O objectivo era ter 100% da rede movida a renováveis até Outubro de 2018, mas a Eneco concluiu a construção de alguns parques eólicos antes do tempo, permitindo à NS também antecipar a meta.

Como explica o Quartz, existe várias formas de uma empresa alegar que opera inteiramente a energias renováveis: pode criar um parque eólico que satisfaça todas as suas necessidades energéticas; também pode assinar contratos que garantam que, numa parte qualquer do mundo, é produzida energia suficiente para a procura. Estes contratos, refere ainda o Quartz, implicam que a energia seja transportada de um país para o outro, podendo gerar perdas na rota.

O acordo entre a NS e a Eneco contempla as duas formas. É graças a parques eólicos na Holanda mas também nos países vizinhos – Bélgica, Finlândia e Suécia – que os comboios da transportadora terão os 1,4 terawatts/hora de energia de que necessitam em 2017. A NS transporta 600 mil passageiros por dia e faz 5,5 mil viagens diárias.

Foto de: Flickr