Mais um ‘daqueles’ vídeos da Nike


Se estás a pensar que escrevemos sobre os vídeos da Nike fica descansado porque não te vamos tentar demover dessa ideia. Pelo contrário, no espaço de um ano este deve ser o 3º ou 4º anúncio da gigante norte-americana a que damos eco, o que justifica perfeitamente esse pensamento e até nos leva para outra questão: o que distingue os vídeos da Nike de outros vídeos virais.

A resposta não é simples, muito menos objectiva mas arriscamos resumi-la numa palavra: cultura.

Mais do que investir num determinado gimmick ou posicionamento concreto, a Nike aproveita-se da sua extensão para ir capturando os principais códigos culturais de cada momento, tornando os seus vídeos praticamente irresistíveis para a maioria internauta. O resultado transcende qualquer objectivo comercial, chegando até nós como uma síntese dos códigos com que nos confrontamos todos os dias, por exemplo em videoclips. A escolha da abordagem, do realizador e consequente linguagem visual, dos modelos ou personalidade selecionadas revelam-se jogadas quase sempre eficazes no campo digital.

Desta vez falamos-te do Director’s Cut da campanha #WeBelieveInThePowerOfLove, 2 minutos e 20 de excelente produção audiovisual, onde se misturam imagens reais com animação e glitch, numa sequência de cenas abstractas em exploração do conceito da igualdade. O autor é Luca Finotti que, não tendo surpreendido na peça oficial, nos deixou encantados com a versão de autor do mesmo trabalho. 

#WeBelieveInThePowerOfLove // Nike // R.T. // Director’s Cut from Luca Finotti on Vimeo.

Semelhante a um videoclip, este vídeo revela uma abordagem mais conceptual ao produto e à marca mas nem por isso dispensa a presença assídua do icónico swoosh. 

Apesar de não se tratar de uma peça oficial de campanha, não deixa de ser uma inspiradora referência e o resultado da aposta e produção da Nike para a campanha dos NikeLab x Riccardo Tisci Dunk Lux, que graças ao espantoso trabalho de Finotti chega a novos públicos no mundo digital.