NBA aposta na criação de liga eSport para 2018

Jogadores podem agora conquistar título virtual da NBA.

Enquanto perdura o debate sobre se os eSports se deveriam ou não considerar verdadeiros desportos, a NBA anunciou uma parceria com a Take Two Interactive para a criação de uma liga profissional de eSports, a NBA 2K eLeague.

Com previsão de início para 2018, irá funcionar dentro dos moldes da principal liga de basquetebol da América do Norte, com drafts, época regular, playoffs e as finais entre os campeões das confederações Este o Oeste.

Cada um dos 30 franchises da NBA integrará esta competição com uma equipa constituída por apenas 5 jogadores profissionais, que controlarão os seus próprios avatares, não havendo possibilidade de recorrer a substituições.

O comissário da NBA, Adam Silver, diz que o intuito da criação desta liga vai para além do aproveitamento da popularidade dos eSports, afirmando que a sua missão é potenciar o crescimento do basquetebol e do seu público. A NBA será assim “a primeira liga desportiva americana a contar com liga virtual similar.

Os eSports têm conquistado cada vez mais a atenção dos mercados. A própria ESPN noticiou que o seu valor pode atingir o mil milhões de dólares já em 2019.

Em 2015 o Campeonato Mundial de League of Legends suplantou as finais do campeonato da NBA, em termos de visualizações, e na edição de 2016 dobrou o prémio global para 5 milhões de dólares, onde 40% desse valor foi entregue à equipa vencedora, proveniente da Coreia do Sul, SK Telecom T1. No entanto o recorde é detido pelo circuito internacional de Dota 2 que contou com um prémio global de 20 milhões de dólares em 2016.

Texto de: Daniel Silva
Editado por: Mário Rui André