O Facebook parece imparável

Maior rede social do mundo está próxima dos 2 mil milhões de utilizadores.

O Facebook anunciou esta quarta-feira os resultados referentes ao 4º trimestre de 2016 e as razões para celebrar não são poucas: a rede social do mundo tem agora 1,86 milhões de utilizadores a ligarem-se pelo menos uma vez por mês, sendo que a maioria fá-lo através do telemóvel, e captou 27 mil milhões de dólares de receita em 2016.

Aliás, o Facebook fez 57% mais dinheiro em 2016 que no ano anterior. Este aumento está associado à expansão das propriedades da empresa, que detém plataformas como o Messenger, o WhatsApp e o Instagram cuja base de utilizadores cresce de dia para dia. O Messenger tem 1 mil milhões de utilizadores activos mensalmente, o WhatsApp soma 1,2 mil milhões e o Instagram é usado por 600 milhões, de acordo com os últimos dados oficiais.

Já o Facebook está próximo dos 2 mil milhões de utilizadores – um marco significativo. A rede social, que é a maior do mundo, tem 1,86 mil milhões de pessoas a ligarem-se pelo menos uma vez por mês; 1,74 mil milhões fá-lo via telemóvel. Por outro lado, 1,23 mil milhões estão no Facebook todos os dias; desses 1,15 mil milhões acedem via telemóvel.

Se a plataforma de Mark Zuckerberg conseguir entrar na China, adaptando-se às regras de censura do país, poderá cativar uns quantos novos milhões de utilizadores. Estima-se que naquele país existam 720 milhões de utilizadores de Internet. Todavia, plataformas como o WeChat, já estabelecidas na China, podem travar a potencial popularidade do Facebook no país.

O Facebook revelou ainda dados referentes ao Internet.org e à Oculus, projectos que podem assegurar o sucesso da empresa a longo termo. O primeiro já conecta 50 milhões de pessoas outrora sem qualquer ligação à internet e o segundo vendeu mais de 5 milhões de unidades dos óculos Gear VR, em parceria com a Samsung.