Felipe Pantone está em Lisboa e por cá pintou o maior mural da sua carreira

O argentino é protagonista de um movimento de arte urbana influenciada pela op art e pelo mundo digital.

Felipe Pantone
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O argentino Felipe Pantone, conhecido por pintar nas paredes verdadeiras transcrições do mundo digital, colorido e fragmentado como o imaginamos, já começou a deixar marca por Portugal.

De passagem por Lisboa para uma exposição na Galeria Underdogs, foi nas ruas que começou por deixar para contemplação as suas primeiras peças, como aliás se tornou hábito para quase todos os artistas que passam por esta galeria de arte urbana.

A intervenção está na Praça Bernardino Machado, na zona da Quinta das Conchas, e foi produzida a convite da LisbonWeek. São 45 metros de altura cobertos por uma paleta de cores semelhante aos pixéis de um ecrã.

Na Galeria Underdogs, “Artifact of Human Communication” decorre até dia 22 de Abril, das 14 horas às 20h. O Shifter está a preparar uma ida ao local para breve e promete uma reportagem fotográfica da exposição para mostrar tudo a quem não puder estar presente.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!