All-Amerikkkan Bada$$ na terra da falsa liberdade

In Honor Of Pro STEEZ, we proceed.

all amerikkkan badass
 

Faz cada vez menos sentido falar de Joey Bada$$ como um jovem em ascensão. Aos 22 anos já é um dos rappers americanos mais creditados, quer pela gerações mais jovens, como pelos mais old school do movimento, reunindo um consenso em torno do seu trabalho pouco usual na actualidade.

A história deste MC inicia-se em 2012 quando vemos os Pro Era sair do underground. Impulsionados pelo single “Survival Tactics” com Capital Steez, Joey Bada$$ lançou a mixtape 1999 para as bocas do mundo, levando a crítica a comparar o trabalho do jovem rapper de 17 anos com o de Nas, que, em 1994, aos 19 anos, lançou Illmatic, um dos maiores discos de sempre da história do Hip Hop. Contudo, os Pro Era sofrem um revés no final desse mesmo 2012, com o seu principal fundador, Steez, a suicidar-se, saltando do topo do edifício da Cinematic Music Group.

Em 2015, lança o seu primeiro álbum B4.DA.$$, confirmando as expectativas depositadas e destronando os mais cépticos em relação ao rapper. O disco não foi, porém, o êxito instantâneo que muitos previam, resultado da produção boom bap que ostenta e de uma dependência excessiva da nostalgia nas suas letras.

No seu mais recente trabalho, All AMERIKKAN BADA$$, Joey está com vontade de gritar mais alto. A sombra de Donald Trump e os falsos valores americanos americanos ocupam um lugar importante neste album, onde Bada$$ assume um discurso politico e social muito mais assertivo face aos projectos anteriores. A certo momento durante a audição, somos cataputaldos para registos que fazem lembrar algumas faixas dos seus trabalhos antecessores, algo que os fãs mais antigos do rapper vão com certeza apreciar.

Sometimes I speak and I feel like it ain’t my word
Like I’m just a vessel channeling inside this universe
I feel my ancestors unrested inside of me
It’s like they want me to shoot my chance in changing society.

O título do disco é claramente inspirado em AmeriKKKan Korruption (2012), mixtape de mítico fundador dos Pro Era, Capital STEEZ. Outra das referencias é o veterano Ice Cube e o seu disco AmeriKKKa’s Most Wanted, lançado em 1990, após sair dos N.W.A..

O álbum tem 12 faixas e conta com as participações de Styles P, J. Cole, ScHoolboy Q, Nyck Caution e Kirk Knight dos Pro Era, Meechy Dark dos Flatbush Zombies e o jamaicano Chronixx. As produções ficaram a cargo de Powers Pleasant, Statik Selektah, 1-900, Dj Khalil entre outros.

“In Honor Of Pro STEEZ, we proceed.”

all american badass

All AMERIKKAN BADA$$:

  1. “Good Morning Amerikka”
  2. “For My People”
  3. “Tempatation”
  4. “Land Of The Free”
  5. “Devasted”
  6. “Y U Don’t Love Me? (Miss Amerikkka)”
  7. “Rockaby Baby (feat. ScHoolboy Q)”
  8. “Ring The Alarm (feat. Kirk Knight, Nyck Caution & Meechy Darko)”
  9. “Super Predator (feat. Styles P)”
  10. “Babylon (feat. Chronixx)”
  11. “Legendary (feat. J. Cole)”
  12. “Amerikkan Idol”

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.