No futuro, estes serão os novos táxis das cidades?

O primeiro jato eléctrico do mundo que levanta voo e aterra verticalmente fez os seus primeiros voos na Alemanha.

lilium jet
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O auto-proclamado primeiro jato eléctrico do mundo que levanta voo e aterra verticalmente completou com sucesso os testes de voo na Alemanha, anunciou a empresa que o desenvolveu – uma start-up de Munique chamada Lilium.

Com espaço para 2 passageiros e velocidade máxima de 300 km/h, o Lilium Jet mostrou funcionar da forma que tinha sido projectada e executou uma série de manobras complexas no ar. A Lilium está agora a trabalhar numa nova versão do jato com capacidade para 5 passageiros, a pensar na comercialização do veículo enquanto nova solução de transporte, alternativa a plataformas de ride-sharing como a Uber.

O objectivo é fazer do Lilium Jet um táxi aéreo, 100% eléctrico e livre de emissões poluentes. O jato consume menos 90% energia que um avião estilo drone e, em voo, o seu consumo energético por quilómetro é comparável ao de um carro eléctrico. Tem uma autonomia de 300 km e é capaz de voar a uma velocidade máxima de 300 km/h.

Para a descolagem e aterragem, o Litium Jet requer apenas um pequeno espaço aberto, podendo, no céu, aliviar o congestionamento das ruas das cidades e também tornar as nossas deslocações mais rápidas. Num nota de imprensa, a Litium diz que um voo no Litium Jet será pelo menos cinco vezes mais rápido que uma viagem de no carro.

Segundo a Litium, o facto de o Litium Jet requerer uma infraestrutura mínima no solo e possibilitar viagens energeticamente eficientes torna viagem um serviço de transporte citadino baseado numa aeronave, com preços semelhantes ao dos táxis normais.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!