RIP Windows Vista

O fim do suporte da Microsoft ao Windows Vista chega uma década depois do seu lançamento.

O seu lançamento foi em Janeiro de 2007 e dez anos depois tem um ponto final. Os utilizadores do Windows Vista, que actualmente representam uma quota de mercado inferior a 1%, vão deixar de receber suporte da Microsoft, que se despede assim de um sistema operativo que muitas dores de cabeça lhe deu.

Apesar da popularidade do Windows, a Microsoft não acertou à primeira na criação de uma interface fácil e segura de usar. A empresa parece ter encarrilhado com este Windows 10, mas na história ficam muitas cabeçadas dadas ao longo de anos e anos. O Windows Vista e o Windows 8 foram dois erros crassos, que influenciaram negativamente a percepção pública do sistema operativo da Microsoft. Prejudicada não saiu, todavia, a fama do Windows – as versões XP e 7 “aguentaram o barco” – permitiu aos utilizadores escapar do Vista e do 8.

O fim do suporte da Microsoft ao Windows Vista chegou dia 11 de Abril. Na prática, significa que esta versão do sistema operativo não receberá mais actualizações de segurança e deixará de ter atenção da Microsoft nem dos seus parceiros na compatibilidade de aplicações e hardware. Apesar de mais vulnerável, o Vista continua a poder ser utilizado.

“A Microsoft deu suporte ao Windows Vista durante os últimos 10 anos, mas, para nós e para os nossos parceiros de hardware e software, chegou o tempo de dirigir os nosso recursos para tecnologias mais recentes para que possamos continuar a enregar boas novas experiências”, lê-se num comunicado.

Em 2013, numa entrevista, Steve Ballmer disse que o Windows Vista foi o seu maior arrependimento enquanto CEO.