Cartaz quase completo. Paredes de Coura prepara-se para nos receber

Faltam dois nomes para ficar completo. !!! (Chk Chk Chk) cancelaram o concerto.

De 16 a 19 de Agosto, o Vodafone Paredes de Coura regressa à vila minhota, com um cartaz que, segundo o promotor João Carvalho, é o mais coeso da história do festival. Em conferência de imprensa, esta terça-feira em Lisboa, foram apresentados os penúltimos nomes do cartaz e as novidades desta edição.

Já muito se disse e escreveu sobre o festival de Paredes de Coura. Há qualquer coisa nele que o torna um dos pontos altos do Verão de milhares de pessoas. Será o cartaz que cuidadosamente mistura nomes mais sonantes com apostas frescas, num bonito anfiteatro natural? Será a água fria do Taboão aquecida pelos banhos de sol na relva? O campismo descontraído, que é começa a ser raro nos festivais de hoje, cada vez mais citadinos? A inexistência de marcas ruidosas? Ou será tudo isto em meia dúzia de dias que são sinónimo de férias?

Foals, Ty Segall, Benjamin Clementine, Beach House, BadBadNotGood, Nick Murphy (ex-Chet Faker), At The Drive In, Kate Tempest e Future Island são algumas das principais apostas para 2017. Um cartaz internacional de excelência que convive em harmonia com um alinhamento nacional igualmente de luxo – Manuel Cruz, You Can’t Win Charlie Brown, Bruno Pernadas, Cave Story e Mão Morta, só para nomear algumas das confirmações.

Aos dois palcos do recinto – o principal (o Palco Vodafone) e o secundário (o Palco Vodafone FM, que à noite se transforma em Palco After-Hours) – junta-se o Palco Jazz Na Relva. Nas margens do Rio Taboão, de acesso gratuito, cenário ideal para as tardes de sol. Além de música, este palco vai ter cinema com a exibição de uma longa-metragem por dia, de 14 a 16 de Agosto, fruto de uma parceira com o FEST, festival de novos realizadores que acontece em Junho em Espinho.

Criado em 1993 e mantido ao longo de vários anos com muito amor e dedicação, o Festival Paredes de Coura só ganhou o naming da Vodafone em 2013. Desde então, a marca tem vindo a melhorar a experiência dos festivaleiros com iniciativas como o Vodafone Vozes na Escrita, sessões de leitura com grandes nomes da sexta arte, os Shuttles Vodafone, que ajudam os festivaleiros na deslocação entre o campismo, o recinto e a vila, ou as Vodafone Music Sessions, concertos secretos em locais inusitados de Paredes de Coura que nesta edição vão poder ser vividos por mais pessoas.

A continuidade da Vodafone como patrocinador principal do festival tem ajudado no crescimento sustentado do mesmo, permitindo melhorias no recinto e campismo ano após ano. Em 2017, a zona de restauração do festival vai passar a ocupar o espaço anteriormente utilizado como zona de produção, ao lado do palco principal. Toda a estrutura de chuveiros, casas-de-banho e lava-loiças vai ter uma nova localização no campismo e passará a ser permanente. Por fim, a zona de campismo será aumentada na área à esquerda após a passagem das pontes.

cartaz vodafone paredes de coura 2017

Como já tem vindo a ser tradição, o Vodafone Paredes de Coura será antecipado com o Festival Sobe À Vila. De 12 a 15 de Agosto, existirão concertos em Paredes de Coura, a pensar nos que gostam de montar a tenda mais cedo. Nice Weather For Ducks, Conjunto Corona e Stone Dead são algumas das propostas para estes dias, de acesso livre e gratuito.

Os passes para o Vodafone Paredes de Coura estão à venda por 90 euros. Os bilhetes diários custam 45 euros. Podem ser adquiridos aqui. Faltam dois nomes para ficar completo o cartaz do festival, um deles em substituição de !!! (Chk Chk Chk).