MUBI é uma autêntica sala de cinema na internet

Por 5,99 euros, tens acesso a dezenas de filmes independentes por mês.

O cinema não é acessível a todos. O actual processo de distribuição – através de salas localizadas exclusivamente nos grandes centros urbanos e programadas em ciclos, onde muitas vezes só há espaço para as últimas estreias mainstream – deixa de fora os que residem em vilas e aldeias pelo país fora. E se o cinema blockbuster ainda consegue uma boa abrangência nacional, o mesmo não se pode dizer das produções independentes. Não passando na televisão ou estando disponível num serviço de streaming, nunca chegam a uma vasta audiência.

É por isso que plataformas como o Filmin (de que já te falámos) ou o MUBI são importantes. Disponibilizam, através de uma assinatura mensal, filmes que mesmo nas grandes cidades dificilmente encontras em sala. É cinema independente que já esteve em cartaz mas que, depois de sair das salas, fica perdido nos lados mais recônditos (leia-se ilegais) da internet. Mas é também cinema que pode ter passado por um ciclo alternativo de distribuição.

O MUBI não tem 10 nem 50 filmes. Tem uma biblioteca rica mas, a cada momento, existem apenas 30 obras em cartaz: todos os dias entra um filme novo e sai outro. É uma autêntica sala de cinema na internet. Por exemplo, agora em exibição está, por exemplo,  John From, o filme de João Nicolau, lançado em 2015, que explora um imaginário dum amor entre uma jovem de 15 anos e um homem mais velho – mas só durante 17 dias. Há também filmes de Philippe Garel, Abel Ferrara ou Jaime Rosalles, entre outros.

Disponível no browser, em iOS e Android e também na televisão, o MUBI disponibiliza, como seria de esperar, toda a informação sobre cada filme, incluindo sinopse, trailer e críticas de outros utilizadores da plataforma. Os conteúdos estão disponíveis em HD e maioritariamente só com legendas em inglês.

Uma assinatura MUBI custa 5,99 euros/mês, existindo um período de experimental gratuito de 7 dias.