“O dia em que o Shazam esqueceu”: uma campanha sobre Alzheimer

Listening... Still listening... I'm sure I know this one...

O Shazam esqueceu o nome das músicas durante um dia, no mês de Abril, no Reino Unido. Foi uma campanha para a Alzheimer’s Research UK, uma associação dedicada a prevenir, tratar e combater a doença de Alzheimer.

The Day Shazam Forgot foi o nome da ação publicitária. A aplicação ajuda os utilizadores a identificar uma música que estejam a ouvir. Neste caso, a aplicação “esquecia-se” do nome. Quando finalmente se “lembrava”, os utilizadores eram convidados a doar e a conhecer mais sobre a doença de Alzheimer. Em poucas horas, a campanha resultou em dois milhões de impressões e 5 mil visitas à página de doações da organização.

A campanha parece ter sido bem sucedida, mas o The Verge lançou uma nova questão: será que o tema foi abordado de forma demasiado leve? Há muitas condições que podem resultar em perdas de memória. Além disso, a doença de Alzheimer não se caracteriza só por problemas de memória.

O director da organização explicou que o objectivo da campanha foi provocar “reflexão aos utilizadores do Shazam e ter levado as pessoas a apoiarem a causa ou a aprenderem mais sobre todos os sintomas. “Embora o que nós fizemos no Shazam tenha sido apenas mostrar uma parte da doença, sentimos que ao captar a audiência desta forma iríamos ganhar mais do que se não fizéssemos nada, explicou Tim Parry, da Alzheimer’s Research UK.

A campanha foi desenvolvida pela Innocean Worldwide UK.

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.