A galeria surrealista de Alim Smith

Uma homenagem à cultura popular afro americana de forma divertida e descomprometida.

Alim Smith é um multifacetado artista norte americano de 26 anos também conhecido como Yesterday Nite. Formado em artes visuais, artes comunitárias e fotografia, o seu trabalho tem vindo a ganhar cada vez mais destaque na cultura pop afro-americana, sendo constantemente convidado a expor o seu trabalho em diversas galerias, principalmente na costa leste dos Estados Unidos.

Alim começou a interessar-se por pintura durante a sua infância, na tentativa de usar a sua criatividade como trunfo para conquistar uma rapariga. Alguns anos depois, durante o ensino básico, vendeu a sua primeira obra – um retrato para um amigo da mãe. É nessa etapa, durante os estudos em Cab Calloway, que o seu interesse pela arte se torna numa paixão. A partir daí, rapidamente começou a pintar retratos de diversos ícones culturais, principalmente da cultura afro americana. Durante esse fase, Alim Smith conheceu outros artistas como Mike Silva ou Terrance Vann, com quem formou o colectivo Paper Cut Kids. Foi também durante esse período que Smith descobriu uma suas principais fontes de inspiração: as obras do artista holandês M.C. Escher.

O pintor tem vindo a ganhar cada vez mais notoriedade, sobretudo pelas suas peças surrealistas, onde transforma imagens de diversos ícones da cultura afro-americana em memes, através uma série de arrojados retratos a óleo. Smith diz que a presença da cultura negra no seu trabalho serve como uma forma de auto-expressão e de educação.

Michael Jordan
Keisha Johnson

Para além da coleçcão de memes, a influência da cultura afro-americana na sua obra é também personalizada em diversas ilustrações que encontramos no site e instagram do artista, como as pinturas de Snoop Dogg, Tupac, André 3000, Michael Jordan ou Lauryn Hill, entre outras figuras africanas da sua vida, sejam eles ícones, parte sua da vida pessoal ou até mesmo produtos da imaginação do pintor. É sem dúvida um artista que centra e presta homenagem à cultura popular afro-americana de forma divertida e descomprometida em todas as suas criações.

Craig and Smokey – Filme Friday (1993)
Snoop Dogg
Tupac