Os apetitosos e repugnantes gelados de água poluída

Projecto artístico desenvolvido por três estudantes mostra a poluição das águas do Taiwan.

Três estudantes da Universidade Nacional de Artes do Taiwan recolheram água suja de várias partes do país e desenvolveram uma colecção de gelados inusitada, num projecto artístico que intitularam “Polluted Water Popsicles” e que serve de alerta para a poluição aquática.

Hung I-chen, Guo Yi-hui e Cheng Yu-ti visitaram cerca de uma centena de locais diferentes do Taiwan. Recolheram amostras de água com lixo e restos de animais, e congelaram-nas em gelados de pau, envoltos numa resina de poliéster para preservação.

Os cerca de 100 “doces” produzidos, entre o apetitoso e o repugnante, fizeram parte de uma exposição de arte em Taipé, capital do Taiwan.

Para reforçar a mensagem os estudantes de artes criaram uma embalagem para cada exemplar, com ilustrações e formas, identificando o local de onde a amostra de água resultante no gelado foi extraída. Segundo consta na informação da exposição, 90% dos poluentes das águas utilizadas na experiência artística eram plástico, o que por um lado proporciona um resultado visual interessante, por outro levanta o alarme, uma vez que o plástico é um dos materiais mais poluentes e que mais tempo demora a decompor-se.

Outro dado interessante e que salta a vista tem a ver com a gama de cores obtida ao longo das mais de 100 amostras, uma pista forte para a diversidade de poluentes encontrados.

Como síntese do projecto e apresentação dos vários sabores, o trio asiático criou um vídeo, onde desembrulham alguns dos sabores detalhando os compostos neles presentes.