Porque é que o Netflix cancelou ‘Sense8’ e ‘The Get Down’?

O que está na origem dos recentes cancelamentos destas duas séries.

Recentemente a Netflix anunciou que Sense8, famosa série de ficção dramática criada em 2015 que conta a história de oito desconhecidos, não retornará para uma terceira temporada, assim como The Get Down, série que relata o nascimento do hip-hop na década de 1970 em Nova York, não voltará para uma segunda temporada.

Não é uma atitude corrente na gigante do streaming, que cancelou apenas cinco séries desde que começou a apostar em programação original – nomeadamente Bloodline, Marco Polo, Lilyhammer e Hemlock Grove –, mas parece que isso irá ser mais habitual daqui para a frente.

Em entrevista à CNBC, o fundador e CEO do Netflix, Reed Hastings, afirma que a operadora continuará a cancelar mais séries porque é necessário que isso aconteça. Hastings afirma queo rácio de sucesso do Netflix é demasiado alto e, por isso, a empresa tem de arriscar mais e experimentar mais coisas absurdas, existindo uma maior taxa de cancelamentos” – ou seja, a estratégia de conteúdo do Netflix parece estar focada na qualidade e não na quantidade.

Assim sendo, qual terá sido o motivo para cancelar estas duas séries? Ted Sarandos, director de conteúdos do Netflix, justificou numa conferência recente que “não existiam pessoas suficientes a ver essas séries” e que “é difícil manter uma grande série, cara, para uma pequena audiência”, mesmo no modelo e nos padrões do Netflix. A produção de cada um dos episódios de Sense8 custa cerca de 9 milhões de dólares, uma soma considerável. Já The Get Down tem um custo por episódio ainda maior, situando-se nos 12 milhões de dólares. Os dispendiosos valores de produção não eram suportados por visualizações suficientes até porque a série teria continuado se ao menos a audiência justificasse os gastos.

Depois de confirmado o cancelamento, muitas pessoas criticaram a decisão, defendendo Sense8 como um sucesso de audiência. No entanto, um estudo realizado pela empresa 7Park Data e publicado pela revista Hollywood Reporter veio dizer o contrário e confirmar as afirmações de Sarandos – Sense8 foi um desastre, tendo sido apenas a 70ª série mais assistida, e The Get Down ainda pior, sendo a 112ª mais assistida. Das séries Netflix, apenas duas estão no top 10 desta analista: Orange Is The New Black e Stranger Things.

Os seguidores da famosa Sense8 já reagiram ao cancelamento e criaram uma petição nas redes sociais que já conta com mais de 200 mil participantes. #RenewSense8 é o nome do movimento que não parece querer abrandar na luta a favor do regresso da série para uma última temporada.

Texto de: Hugo de Sousa Bento
Editado por: Mário Rui André