“Rap Consciente” é o grito de revolta de Valete

"De volta ao rap de revolta pronto para qualquer embate. Não há empates de volta ao rap com tomates."

Valete Rap Consciente
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Valete está de regresso ao estúdio. Através de uma carta aberta, acompanhada de um novo videoclipe, partilhado na sua página de Facebook, o MC explicou as razões do seu distanciamento nos últimos anos – resultado de alguns problemas pessoais, mas também de uma espécie de retiro com o objectivo de recolher mais informação. Valete fortaleceu a sua música, aprofundando alguns temas que sentia que tinha de abordar.

Pronto a destruir o “rap piroso”, “Rap Consciente” surge como o grito de revolta de Valete. Pronto para qualquer embate, este dinossauro volta com a mesmo fome de outrora, lançando o caos sobre o “hip hop pop” que se produz actualmente.

No vídeo, de cariz bastante realista e honesto, o MC  juntou uma autêntica tropa à sua causa. Sam the Kid, Maze, Sagaz, Phoenix RDC, Kappa Jotta, B Skilla, Nerve, Capicua, Landim, Francisco Rebelo e Paulo Furtado (Legendary Tigerman) são alguns dos ilustres que se alistam ao lado dos protagonistas desta faixa – Valete, Xeg, Fred Ferreira e Sergin, que pode ser o prenúncio de um novo álbum.

Xeg é desta lista o que tem o papel mais distinto, com direito a uma dedicatória sentida na fase introdutória do tema. A faixa conta a produção do espanhol Baghira, pré-produção de MC Marechal, pós-produção de Slow J, masterização por Chris Athens e voz de Sergin.

 

Para além da faixa que acompanhava a carta, o mestre Valete lançou uma outra em que homenageia algumas das suas referências, num ensaio sobre o Poder. Uma faixa, produzida pelo mesmo Baghira apoiado por Here’s Johny e com a colaboração de Dino de Santiago e NBC, onde viajamos por referências a iluminados como Copérnico a Tólstoi, Dostoievsky ou Platão.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!