SEGA Forever: nostalgia na palma da mão sem qualquer preço

Através da marca SEGA Forever, a SEGA vai reviver clássicos sem que os jogadores paguem pela nostalgia vivida através do pequeno ecrã.

SEGA Forever nostalgia
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

SEGA Forever é a mais recente novidade da multinacional nipónica. Na perseguição da aposta nos videojogos móveis, a SEGA vai lançar uma colectânea de jogos das várias consolas que marcaram os últimos 30 anos da produtora.

Títulos intemporais, como Altered Beast, Phantasy Star II, Kid Chameleon e Comix Zone, marcam o toque 8-bit e 16-bit da primeira fornada de jogos disponibilizados pela SEGA. O franchise mais conhecido e de maior sucesso da empresa, Sonic The Hedgehog, também figura neste primeiro leque de jogos gratuitos.

“Uma celebração da nostalgia”, diz Mike Evans, director de marketing do braço norte-americano da SEGA. Não se trata de uma app, mas sim de uma etiqueta para mais facilmente identificar e procurar os jogos remasterizados. SEGA Forever será lançada ainda esta semana, mas os inúmeros títulos da produtora japonesa vão ser disponibilizados progressivamente. Também vão ser subdivididos por consolas. Neste momento inicial, os jogos da SEGA Genesis estão encarregues de dar um toque 8-bit e 16-bit aos smartphones dos fãs mais antigos.

A gratuitidade dos vários jogos incluídos nesta campanha nostálgica deve-se à publicidade presente nas aplicações. Por dois dólares (cerca de dois euros), será possível ter uma experiência sem interrupções comerciais. A SEGA pretende lançar um título a cada duas semanas e, contas feitas, jogos da Saturn, por exemplo, apenas vão ser disponibilizados em 2019.

Questiona-se a performance dos jogos que, na época em que foram produzidos, não exigiam condições para uma fácil portabilidade para os dispositivos móveis. Mike Evans admite certas limitações dos controlos por touchscreen e garante que todas as aplicações poderão ser sincronizadas com um controlador Bluetooth. Para uma experiência mais competitiva, também foram adicionados leaderboards mundiais.

A aposta nos dispositivos móveis não é uma novidade para a empresa. Sonic The Hedgehog, Crazy Taxi ou Football Manager são exemplos de franchises que já contam com mais do que um título nas app stores.

Os primeiros títulos de SEGA Forever começam a chegar aos smartphones da Europa e América ainda hoje. O principal objetivo da companhia nipónica é lançar todos os jogos das várias consolas, incluindo Saturn e Dreamcast.

Texto de: Pedro Valente Lima
Editado por: Mário Rui André

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!