E se pudesses viajar sempre com um primo?

Essa é a promessa da Cool Cousin.

Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A promessa da Cool Cousin é fácil de desvendar. Basta traduzir o nome da aplicação para português e pensar um bocadinho na maravilha que é ter um primo bacano numa cidade que queremos descobrir. Como esse acaso nem sempre se compatibiliza com o nosso roteiro, surgiu a Cool Cousin, uma app para iPhone que permite emular esta experiência.

O resultado é uma rede social – tendencialmente global – com diversos utilizadores inscritos como “primos” e prontos a esclarecer dúvidas ou servir de guias turísticos nas principais cidades do mundo. Em Portugal, para já só Lisboa consta no itinerário com uma pequena família de apenas 5 primos. Como o João Belchior. Ao clicarmos no perfil de um primo podemos ver as suas fotografias e descortinar as suas preferências, ver os últimos check-ins e as cidades que conhece, bem como descobrir uma série de pequenas outras coisas que podem ser úteis para o parâmetro da coolness em que assenta a experiência.

Por agora a aplicação só funciona em iOS – em matéria de smartphones – mas para tornar o serviço mais democrático foi criada uma versão web acessível a qualquer um. No blog da Cool Cousin também podes ver algumas sugestões e roteiros alternativos, concebidos pela equipa responsável por site e pessoas convidadas, conceituadas em determinadas áreas. Para além disso, podes conhecer melhor os primos que pontualmente são entrevistados para a plataforma.

Quanto a destinos, a app está, como referimos, restrita a 33 das principais atrações turísticas – o que até pode ser visto como uma vantagem atendendo ao propósito. Cool Cousin quer-se posicionar como um facilitador de viagens através de pessoas que mais do que comparar preços ou dizer-nos o trajecto mais rápido de A para B, nos coloca em contacto com verdadeiros conhecedores e amantes do local.

A notícia do dia é que a CC conseguiu agora um financiamento de 2M em ‘seed funding’ – o que dá acesso dos investidores ao board de administração da empresa. A Elevator Fund, representada neste negócio por Ori Glezer, juntar-se-à então à liderança da empresa gerida até então pelos 5 fundadores: o CTO Gil Azrielant, o COO Itamar Weizman, o CPO Shachar Cotani, o CMO Nadav Saadia, e o CEO Itay Nagler.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.